Acusado de abuso sexual contra criança de 8 anos nos EUA, paraibano deverá ser julgado hoje

Deverá ser julgado nos Estados Unidos nesta quarta-feira (16) o comerciante paraibano Rafael Di Lorenzo Neto, de 39 anos, acusado de abusar sexualmente de uma criança no estado da Flórida. O julgamento acontece na Comarca de Orange, região metropolitana de Orlando, onde foram cometidos os crimes.

Os abusos aconteceram entre os anos de 2015 a 2017, dos seis aos oito anos da vítima. Pelo estatuto da Flórida, o crime de assédio sexual contra crianças com menos de 12 anos prevê prisão perpétua ou de no mínimo 25 anos, e o crime de estupro prevê pena de morte. Entretanto, o réu tem feito uso de diversos recursos jurídicos para reduzir a pena, o que deverá antecipar o seu retorno à sociedade.

Após a condenação, o réu cumprirá a pena em regime fechado, sem possibilidade de remissão da pena, conforme prevê a legislação da Flórida para estes casos.

A família paraibana da vítima aguarda o julgamento do acusado desde sua prisão, que aconteceu no dia 23 de agosto de 2017. A preocupação principal da família é alertar para o risco de reincidência no crime.

Depois que cumprir a pena, o réu irá passar um ano detido na imigração e em seguida será deportado para o Brasil. Sendo a Paraíba, seu estado natal, e onde esteve foragido até retornar aos Estados Unidos e ter sido capturado no Texas, em 2017, acredita-se que seu destino volte a ser o estado nordestino.

Do ClickPB