Assassinato de jovem em Pirpirituba foi ordenado de dentro de presídio, diz delegado

Nesta terça-feira (4), dois homens, de 24 e 18 anos de idade, foram presos e um adolescente de 17 anos foi apreendido por policiais militares e civis suspeitos de um homicídio ocorrido em Pirpirituba.

A vítima, Joeliton da Silva Pereira, 22 anos, (foto) foi encontrada nesta manhã, às margens do Riacho do Padre, zona rural do município, depois de permanecer desaparecida por aproximadamente uma semana e foi reconhecida por familiares.

Um dos presos confessou a participação dele e dos outros dois no homicídio e ocultação do cadáver e informou aos policiais que o crime teria sido praticado por ordem de um homem que cumpre pena em um presídio da região.

João Batista Oliveira de Freitas, de 24 anos, conhecido por João do Coco, Roberto dos Santos Gomes, vulgo Beto, 18 anos e um adolescente de 17 anos, conhecido no submundo por ‘Pirão’ foram os responsáveis pelo crime de homicídio, segundo a polícia.

Em entrevista à imprensa, o delegado seccional, Ricardo Sena, revelou que Joeliton estava dizendo nas ruas que pertencia à facção criminosa PCC e que iria eliminar integrantes da facção rival ‘Okaida’. Em razão disso, criminosos receberam ordem de dentro do presídio para assassinar o jovem, o que de fato ocorreu.

Ainda de acordo com o delegado, Joeliton foi atraído para o ‘cheiro do queijo’ e assassinado. Ele foi chamado para participar de um assalto, mas na verdade foi levado para a zona rural e morto a facadas, com requintes de crueldade.

As prisões e a apreensão foram feitas por policiais militares das guarnições do Núcleo de Inteligência e Comando do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) e civis do GTE (Grupo Tático Especial) da 8ª Delegacia Seccional de Polícia Civil), que logo que souberam do desaparecimento da vítima, deram início às diligências e, diante da confirmação do homicídio, logo chegaram aos autores.