Assembleia realiza sessão em homenagem a curta paraibano que debate transfobia no estado

De acordo com o deputado estadual Anísio Maia, autor da propositura, o objetivo da homenagem é a reflexão da obra sobre a vida das pessoas LGBT’s

agosto 22, 2017
390 Visualizações

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizou, nesta segunda-feira (21), uma Sessão Especial para homenagear o curta-metragem “Hosana nas Alturas”, dirigido pelo procurador de Trabalho Eduardo Varandas Araruna. O filme, que discute os direitos humanos de transexuais e o fundamentalismo religioso, ganhou o melhor roteiro do prêmio Walfredo Rodrigues, promovido pela Agência Nacional de Cinema (Ancine).

De acordo com o deputado estadual Anísio Maia, autor da propositura, o objetivo da homenagem é a reflexão da obra sobre a vida das pessoas LGBT’s. “O filme é uma iniciativa artística-cultural que vai além disso porque trata de questões de sensibilidade social em uma peça premiada. Portanto, isso é muito importante para a Paraíba e para a sociedade que esse tipo de arte seja desenvolvida”, explicou.

Para o deputado estadual Trocolli Junior, a discussão do tema na Assembleia Legislativa é relevante para a promoção da cidadania. “O maior problema a ser enfrentado nesse temática é a discriminação e, mesmo com toda a abertura do mundo globalizado, a cada dia aumenta o genocídio aos LGBT’s. Logo, quando constatei essa iniciativa, eu saí muito orgulhoso porque, acima de tudo, se tem a coragem de tratar de um tema discriminado”, afirmou.

Já a deputada estadual Estela Bezerra saudou Anísio pela iniciativa e parabenizou esforço de se ocupar a Casa do Povo de temas relevantes para a sociedade. “Estamos vivendo uma onda obscurantista e fundamentalista, de falta de direito do contraditório e da diferença, que tenta sufocar todo tipo de expressão da diversidade humana. Entretanto, a gente vem fazendo um esforço e estamos desconstruindo, nessa Casa, o símbolo do preconceito, da discriminação e da mesquinhez que anda por aí nas mentes de quem, às vezes, tem um mandato para representar o interesse do povo”, ressaltou.

Eduardo Varandas esclareceu ainda que a película tem um teor político, exigindo políticas públicas de igualdade independentemente de qualquer característica de raça, identidade de gênero ou de orientação sexual. “Eu acho interessante vir aqui, pois é onde o povo tem voz e o seguimento das transexuais ainda é bastante desprovido desse direito. Assim sendo, nada mais adequado do que a Casa dos representantes do povo para começar uma nova página na história da humanidade, de igualdade e não discriminação”, concluiu.

Também participaram da Sessão Especial os deputados estaduais Janduhy Carneiro e João Gonçalves; a Defensora Pública Geral do Estado, Madalena Abrantes; o coordenador do Movimento Espírito Lilás, Fernando Luiz; o representante da presidência da Ordem de Advogados do Brasil (OAB), advogado Paulo Maia; o vereador Marcos Henriques e as atrizes Nyka Barros e Danny Barbosa.

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Serra da Raiz: Noronha Monteiro vai ao TCE-PB e MPF apresentar denúncia contra Adailma
Política
0 shares31 views
Política
0 shares31 views

Serra da Raiz: Noronha Monteiro vai ao TCE-PB e MPF apresentar denúncia contra Adailma

Jota Alves - jun 20, 2019

De acordo com postagem feitas em redes sociais, as possíveis irregularidades são em processos licitatórios

“Não tenho apego ao cargo, se houver irregularidades, eu saio”, diz Moro na CCJ do Senado
Política
0 shares26 views
Política
0 shares26 views

“Não tenho apego ao cargo, se houver irregularidades, eu saio”, diz Moro na CCJ do Senado

Jota Alves - jun 20, 2019

Segundo o site The Intercept Brasil, as mensagens foram trocadas entre 2015 e 2018 e obtidas a partir da invasão de aparelhos dos procuradores por hackers

Prefeito que convocou comissionados para show da noiva é preso
Política
0 shares33 views
Política
0 shares33 views

Prefeito que convocou comissionados para show da noiva é preso

Jota Alves - jun 20, 2019

A Operação Harpalo começou em dezembro de 2018 e investiga o superfaturamento em contratos da prefeitura de Camaragibe