Benjamin Maranhão é nomeado para cargo no Ministério da Cidadania do governo Bolsonaro

A portaria assinada pelo ministro Onyx Lorenzoni foi publicada no Diário Oficial da última quinta-feira (21)

fevereiro 25, 2019
38 Visualizações

O ex-deputado federal paraibano Benjamin Maranhão, sobrinho do senador José Maranhão, foi nomeado para um cargo no Ministério da Cidadania do governo de Jair Bolsonaro. A portaria assinada pelo ministro Onyx Lorenzoni foi publicada no Diário Oficial da última quinta-feira (21).

Benjamin irá assumir a direção do Departamento de Fomento à Inclusão Social e Produtiva Rural da Secretária Especial do Desenvolvimento Social do Ministério da Cidadania.

A nomeação acontece pouco depois do início da tramitação da Reforma da Previdência de Jair Bolsonaro no Congresso. Comenta-se que o presidente da república esteja tecendo negociações para viabilizar a aprovação da reforma.

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Célio Alves detalha ciclo do ODE e destaca obras do governo do estado em Guarabira
Política
0 shares11 views
Política
0 shares11 views

Célio Alves detalha ciclo do ODE e destaca obras do governo do estado em Guarabira

Jota Alves - mar 20, 2019

O secretário revelou que até o mês de maio o governador entregará a Escola Técnica Cidadã Integral Dom Marcelo Carvalheira, com investimentos de R$ 16 milhões

Governador autoriza Cagepa a contratar mais 50 carros pipa para abastecimento de CG
Notícias
0 shares14 views
Notícias
0 shares14 views

Governador autoriza Cagepa a contratar mais 50 carros pipa para abastecimento de CG

Jota Alves - mar 20, 2019

Mais de 40 técnicos da Cagepa, em parceria com a Energisa, estão empenhados na força-tarefa para manutenção das instalações elétricas e dos equipamentos danificados

Major Givaldo Medeiros é promovido a tenente coronel da PM
Notícias
0 shares35 views
Notícias
0 shares35 views

Major Givaldo Medeiros é promovido a tenente coronel da PM

Jota Alves - mar 20, 2019

Em seu perfil na rede social Facebook, o agora tenente coronel comemorou a promoção, ressaltando ter entrado na PM 1989 para servir à sociedade