Buba diz que Governo Federal não tem clareza sobre o Pacto Federativo

Para o deputado, o pacto “corrige um erro na construção na Federação Brasileira que concentra renda em quem não executa ações. A união fica com o bolo maior”

abril 17, 2019
35 Visualizações

O deputado estadual Buba Germano (PSB) usou a tribuna da Assembleia Legislativa nesta terça-feira (16) para falar sobre a XXII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios realizada na semana passada. Na oportunidade, o parlamentar criticou o Governo Federal quanto a aprovação do Pacto Federativo.

“É como que a Reforma Previdenciária seja a panaceia da solução de todos os problemas do Brasil. O que os prefeitos do Brasil estão clamando é por uma melhor distribuição dos poucos recursos que o país tem através do Tesouro da União. Isso é Pacto Federativo pra gente”, declarou.

Para o deputado, o pacto “corrige um erro na construção na Federação Brasileira que concentra renda em quem não executa ações. A união fica com o bolo maior”, afirmou.

Buba também destacou a pauta do Ministério Público sobre o fim dos lixões e tratamento dos resíduos sólidos. “O Ministério Público da Paraíba esteve presente com a Federação dos Municípios e os prefeitos paraibanos para chegarmos a uma solução de um problema que aflige todos os municípios brasileiros”, destacou.

O socialista também teceu críticas ao Governo Federal sobre o tema, que, segundo ele, não tem uma política pública definida para o tratamento de resíduos sólidos. Nós não sabemos nem qual é o ministério que conduz o tratamento de resíduos sólidos no país. Hora é a Funasa, hora era o Ministério das Cidades, hora era o Ministério do Meio Ambiente e na verdade não existe uma política pública definida”.

Buba aproveitou a oportunidade e anunciou que o Governo do Estado da Paraíba deverá publicar um edital direcionado para ajudar os municípios a resolver o problema da coleta seletiva e a instalação estratégica de aterros sanitários regionais.

O parlamentar finalizou destacando a mobilização de prefeitos paraibanos que levou centenas de prefeitos para a frente do Superior Tribunal Federal (STF) para cobrar o julgamento da liminar que bloqueia a divisão dos royalties do petróleo com estados e municípios, que após o manifesto foi agendada para o dia 20 de novembro. “Essa é a solução imediata para fortalecer a economia dos municípios brasileiros”.

Por fim, Buba parabenizou a todos os prefeitos e parlamentares presentes no evento. Realizada entre os dias 08 e 11 de abril, a XXII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios contou com a participação de milhares de líderes brasileiros, entre prefeitos, vices, secretários e vereadores. O evento foi realizado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM).

Assessoria

Comente esta matéria

Você também pode gostar

PRF localiza 3,5 toneladas de combustível roubado do Porto de Cabedelo e prende homem
Policial
0 shares16 views
Policial
0 shares16 views

PRF localiza 3,5 toneladas de combustível roubado do Porto de Cabedelo e prende homem

Jota Alves - maio 18, 2019

Segundo informações da PRF, foram apreendidos sete carros que transportavam o combustível

Bandidos montam fábrica de cédulas falsas em hotel de Solânea e PM desmonta esquema
Policial
0 shares29 views
Policial
0 shares29 views

Bandidos montam fábrica de cédulas falsas em hotel de Solânea e PM desmonta esquema

Jota Alves - maio 18, 2019

A PM foi acionada por populares informando que 2 indivíduos estavam passando moeda falsa de R$ 10 e R$ 20 reais no centro da cidade de Belém-PB.

Neste sábado, João Azevêdo participa de audiência do Orçamento Democrático em Guarabira
Política
0 shares31 views
Política
0 shares31 views

Neste sábado, João Azevêdo participa de audiência do Orçamento Democrático em Guarabira

Jota Alves - maio 17, 2019

O cerimonial do Governo do Estado divulgou a agenda de João Azevêdo, que prevê inaugurações no período da manhã na cidade de Araçagi e depois a plenária