Câmara de Mari aprova reforma administrativa proposta por Antônio Gomes

A reforma proposta tem o objetivo de modernizar e estruturar a administração pública da cidade

janeiro 26, 2017
1091 Visualizações

Na manhã da última terça-feira (24), a Câmara de Vereadores do Município de Mari, na zona da mata paraibana, aprovou durante sessão extraordinária, Projeto de Lei de autoria do executivo municipal que garante ao Prefeito Eleito, Antônio Gomes, a possibilidade de aplicação efetiva de seu plano de governo. Por 6 votos favoráveis foi aprovada a Mensagem 01/2017 instituindo a reforma administrativa na prefeitura.

Dentre os pontos aprovados na reforma, a prefeitura cria a Controladoria e a Procuradoria Geral do Município. A Secretaria do Trabalho e Ação Social passa a ser denominada Secretaria Municipal do Desenvolvimento Humano. Já a Secretaria de Administração também recebeu nova denominação e passa a ser de Administração, Gestão e Articulação Política. A Secretaria da Agricultura passa a ser Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Agrário. As Secretarias de Obras e Urbanismo passam a ser uma só, denominada de Infra Estrutura, Urbanismo e Habitação.

Já a secretaria de Transportes passará a ser uma Diretoria Executiva, subordinado à Secretaria de Infra Estrutura, Urbanismo e Habitação.

As Secretarias de Educação, Cultura e Esportes e a Secretaria de Saúde não sofreram modificações. Entretanto, passam a ter suas próprias assessorias de Comunicação.

De acordo com o prefeito Antônio Gomes, a reforma proposta tem o objetivo de modernizar e estruturar a administração pública da cidade, possibilitando fazer uma melhor gestão, com maior eficiência. Apesar de criar novas secretarias e setores na estrutura da administração municipal, Antônio Gomes afirma que a reforma não trará um maior impacto financeiro ao Município. Segundo ele, na forma em que a nova estrutura foi aprovada, e já contabilizando o novo valor do salário mínimo, a folha de pessoal com o pagamento de comissionados e cargos de confiança deverá ser menor que a folha de novembro passado da gestão anterior.

Já o presidente da Câmara, Alisson Cunha, considerou importante a participação do Legislativo mariense no processo de votação da reforma administrativa, e que o novo governo do município tem a prerrogativa de cumprir seu plano de gestão, cabendo aos vereadores manter a competência de fiscalizar sua execução.

Da Redação
Com Assessoria

Comente esta matéria

Você também pode gostar

MEC quer aperfeiçoar processo de revalidação do diploma de medicina
Notícias
0 shares9 views
Notícias
0 shares9 views

MEC quer aperfeiçoar processo de revalidação do diploma de medicina

Jota Alves - maio 16, 2019

Os integrantes do grupo de trabalho terão um prazo de 60 dias, a contar partir da publicação da portaria

Paciente que fez autotransplante de medula recebe alta médica e inicia nova etapa no tratamento
Notícias
0 shares23 views
Notícias
0 shares23 views

Paciente que fez autotransplante de medula recebe alta médica e inicia nova etapa no tratamento

Jota Alves - maio 16, 2019

A medula de Antônio pegou e o procedimento foi considerado um sucesso, sendo necessário agora cumprir todas as etapas estabelecidas do tratamento

Atos contra corte de verbas da Educação são realizados em várias cidades do país
Política
0 shares19 views
Política
0 shares19 views

Atos contra corte de verbas da Educação são realizados em várias cidades do país

Jota Alves - maio 15, 2019

A manifestação interrompeu o trânsito no centro da Capital paraibana, onde as pessoas se concentraram para gritar palavras de ordem contra o governo