Casal morre atropelado em Marcação e população interdita rodovia

acidente-em-marcação
Um casal morreu depois de um acidente na PB-041, no município de Marcação, região do Litoral Norte paraibano. A tragédia aconteceu na noite deste sábado (2), por volta das 18h. Segundo a Polícia Militar, as vítimas que residiam na aldeia indígena de Brejinho, – Genilson Américo Francisco de 27 anos e sua esposa, Maria da Guia Silva Neves de 23 anos, seguiam de moto pela rodovia quando foram atingidas por um carro modelo Fiat Punto, de placas da cidade de Baía da Traição.
Ainda conforme a PM, o veículo após bater na motocicleta, teria arremessado o agricultor e sua companheira. Devido à gravidade dos ferimentos, o casal morreu na hora.
A colisão deixou o tráfego de veículos lento no local, a pista foi fechada por indígenas que cobravam por justiça e uma melhor sinalização no trecho. Após diálogo, policiais da 2ª CIA controlaram a situação. A rodovia estadual voltou a ser liberada depois da remoção dos corpos pelo Gemol (Gerência de Medicina e Odontologia Legal).
Policiais do IPC (Instituto de Polícia Científica) estiveram no local para realizar perícia. O motorista do carro fugiu sem prestar socorro. As causas do acidente serão ser investigadas pela 7ª Delegacia Seccional de Mamanguape.
Moradores da localidade onde residiam as vítimas interditaram a rodovia de acesso à Baia da Traição logo depois do acidente e reivindicam construção de quebra-molas. O protesto começou com pneus queimados, mas um carro foi incendiado, outros viveram pneus cortados e até um ônibus foi colocado por moradores no meio da pista para evitar a passagem de veículos. A manifestação já passa de 24 horas.