Célio Alves deixa PSDB alegando que não tem mais como seguir o partido

Célio Alves

O secretário Executivo de Comunicação do Estado, Célio Alves, informou nesta quinta-feira (12) que formalizou sua saída do PSDB após discordar dos rumos que a legenda vem tomando na Paraíba. Segundo o auxiliar de Ricardo Coutinho (PSB), o partido vem sendo conduzido pela “ambição pessoal do senador Cássio Cunha Lima”

Confira o texto

Formalizei, nesta semana, minha desfiliação do PSDB. O partido, nem de longe, é aquele fundado por Mário Covas, Franco Motoro, Tasso Jereissati, entre outros grandes vultos da política brasileira.

Na Paraíba, conduzido pela ambição pessoal do senador Cássio Cunha Lima, o PSDB rompeu na hora derradeira, e sem nenhuma justificativa convivente, a vitoriosa aliança com o PSB. O erro do partido foi provado nas urnas, com sua primeira derrota na disputa para o governo, o mesmo se dando com Cássio.

 

Fui daqueles que tiveram a coragem de bradar contra a equivocada decisão da cúpula do PSDB, ficando ao lado do governador Ricardo Coutinho no momento mais difícil, em que havia uma acentuada descrença na sua reeleição.

 

O fiz por entender que a Paraíba melhorou sob sua gestão. Como sei, agora, que vai melhorar ainda mais. E, como ao PSDB, resta o caminho de oposição a esse governo, não tenho mais como compartilhar os mesmos passos.

 

Meus cumprimentos aos que ficam e minha solidariedade aos que foram iludidos por Cássio e os demais da cúpula tucana.

 
O PSDB foi um rio que passou em minha vida – para lembrar a canção -.
 
Célio Alves