Cleonaldo faz transição e transfere direção do Hospital Regional de Guarabira para Gilson Cândido

Gilson fez uso da palavra, agradeceu a forma como foi feita a transição da gestão hospitalar e reconheceu o trabalho feito por Cleonaldo

julho 10, 2018
2081 Visualizações

Cleonaldo Freire e Gilson Cândido na sala da direção

Na tarde desta terça-feira (10), o ex-diretor do Hospital Regional de Guarabira, Cleonaldo Freire, transferiu o cargo para o novo diretor geral Gilson Cândido. Numa rápida solenidade que contou com as presenças da gerente regional de Saúde, Alcione Beltrão, de diretores da unidade hospitalar e colaboradores, Cleonaldo fez uma prestação de contas dos seus três anos e meio de gestão, agradeceu a confiança do governador, de Célio Alves e o apoio dos funcionários.

“Agradeço a confiança do governador Ricardo Coutinho, este homem que será o eterno governador da Paraíba, agradeço ao companheiro Célio Alves, que através dele recebi o convite para assumir a direção do Hospital Regional. Aqui não tem um manual, não tem receita de bolo para dizer o que dará ou não certo. Todo o sucesso da nossa gestão eu agradeço a todas essas pessoas que trabalharam conosco”, disse.

Cleonaldo disse ainda que sai da mesma forma que entrou e sai de cabeça erguida. De acordo com ele, o desafio é grande, mas acredita na competência de Gilson para administrar o hospital até melhor do que ele.

“No dia 15 de janeiro de 2015 eu entrei pela porta da frente e estou saindo pela mesma porta, de mãos limpas e de cabeça erguida. Sei das dificuldades, Gilson, e digo que você recebe uma missão grande de continuar com esse mesmo ritmo de trabalho ou até mesmo fazer melhor do que eu, porque sabemos do trabalho que você faz na UPA e aqui não será diferente, por isso lhe desejo boa sorte na missão que assume”, falou Cleonaldo.

Gilson fez uso da palavra, agradeceu a forma como foi feita a transição da gestão hospitalar e reconheceu o trabalho feito por Cleonaldo na condição de diretor geral por mais de três anos, sendo reconhecido por toda Paraíba.

“Agradeço a Cleonaldo pela forma digna, correta com que ele está fazendo essa transição. Eu sou grato a Deus por essa oportunidade, tendo a missão de dar continuidade a essa gestão. Eu já disse aos diretores que a minha missão não é fácil porque estou recebendo uma unidade de saúde com uma gestão exemplar não apenas para a região, mas para a Paraíba inteira”, disse Cândido.

De acordo com o novo diretor, a sua missão não será fácil, admitiu que não tem condições de fazer nada sozinho e pediu apoio dos diretores e de todo corpo funcional para oferecer o melhor serviço à sociedade.

“É uma responsabilidade muito grande e quero desde já dividir com os senhores e com as senhoras que estão aqui. Eu tenho dentro de mim a certeza de que sozinho eu nada farei e eu preciso e contarei com o apoio, a dedicação e o trabalho de cada um, em nome do hospital, para que continue servindo a população, que é a busca maior, o atendimento humanizado”, destacou Gilson.

Algumas ações da gestão de Cleonaldo

Implantação do Núcleo Interno de Regulação (NIR)

Implantação da Visita Horizontal e Multidisciplinar na Clínica Médica

Melhorias no setor de Serviço Social

Melhorias físicas no ambiente e implantação do Protocolo no Bloco Cirúrgico

Implantação do Spa Gestacional, incentivando o parto humanizado

Clínica Pediátrica com melhorias físicas e implantação de protocolos

Criação de espaço lúdico de Brinquedoteca na Ala Infantil

Melhorias físicas e implantação de protocolos na Sala de Coleta de leite Humano

Melhorias na Unidade de Cuidados Intermediários para recém-nascidos

Melhorias físicas e implantação de protocolos na Clínica Cirúrgica

Implantação de protocolos para cuidados de pacientes na Copa e Refeitório

Melhorias da casa de manutenção dos Artífices Especializados

Melhorias físicas e implantação de novos protocolos no Centro de Especialidades

Melhorias físicas e implantação de protocolos no Laboratório de Análises Clínicas

Melhorias na sala de imunobiológicos

Melhorias e avanços no Banco de Leite, resultando na classificação e no título ‘Ouro’

Melhorias no Bloco Administrativo

Implantação da Biblioteca Milton Bezerra, fortalecendo a Rede Escola do Estado da Paraíba

Criação da sala de treinamento Maria da Penha Rodrigues

Criação do projeto Amigo do Hospital com o Colégio e curso Parthenon, possibilitando a formação de jovens nos cursos técnicos em radiologia e enfermagem

Implantação do projeto Cinema no Hospital

Implantação do projeto Musicoterapia nas clínicas

Criação do projeto Técnicos da Alegria

Melhorias físicas e implantação de protocolos na farmácia satélite do hospital com mudança de fluxo de distribuição de medicamentos

Implantação de Raio-X Digital e outros serviços de imagens

Implantação de novo consultório para cirurgias eletivas e outros procedimentos

Implantação da Sala do Coração, interligado ao sistema da Rede de Cardiologia Pediátrica – Pernambuco/Paraíba

Criação do Prêmio Dr. Marinaldo Barbosa, reconhecendo o trabalho dos profissionais da unidade hospitalar

Construção do novo sistema de abastecimento de água do Hospital Regional

Implantação, em parceria com Ministério Público e órgãos de saúde, do projeto Saúde no Lugar Certo

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Prefeitura de Mari inaugura CEO, CEAS, calçamento e entrega ambulância
Notícias
0 shares61 views
Notícias
0 shares61 views

Prefeitura de Mari inaugura CEO, CEAS, calçamento e entrega ambulância

Jota Alves - set 19, 2018

Em clima de emoção durante a inauguração, o prefeito Antônio Gomes destacou e fez referência a homenageada, a jovem Élida Lidiana

Prefeito de Mari parabeniza a cidade nos seus 60 anos de emancipação política
Política
0 shares42 views
Política
0 shares42 views

Prefeito de Mari parabeniza a cidade nos seus 60 anos de emancipação política

Jota Alves - set 19, 2018

Tenho orgulho de ser mariense, e não medirei esforços para elevar o nome de nossa cidade

Boqueirão deve voltar a ter água da transposição em 20 dias
Notícias
0 shares73 views
Notícias
0 shares73 views

Boqueirão deve voltar a ter água da transposição em 20 dias

Jota Alves - set 19, 2018

O abastecimento foi interrompido desde o mês de maio deste ano devido às obras nos açudes de Poções e Camalaú