Construção da fábrica da Votorantim Cimentos é discutida em audiência pública

outubro 31, 2014
1187 Visualizações

IMG_1408

A construção da nova fábrica da Votorantim Cimentos em Caaporã, na Zona da Mata Sul da Paraíba, foi tema de discussão em audiência pública promovida nesta quinta-feira (30), no auditório da Secretaria Municipal de Educação. Na ocasião, foi apresentado à população o Estudo e Relatório de Impacto Ambiental (EIA/RIMA) para a implantação da unidade industrial. Após a apresentação, a população fez sugestões e perguntas referentes aos impactos ambientais e sociais que deverão ser causados em decorrência da instalação da indústria.

O diretor técnico da Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema), Ieure Rolim, destacou que a audiência pública é um instrumento crucial para garantir a participação da sociedade no processo de implantação do empreendimento. “É a oportunidade que a sociedade tem para conhecer o Estudo de Impacto Ambiental e seus diagnósticos e apresentar questões que ajudarão a nortear o parecer técnico. Este documento será encaminhado ao Conselho Estadual do Meio Ambiente, que autoriza ou não a licença para a construção da fábrica”, afirmou.

Questionada sobre as medidas adotadas pela empresa para atenuar a emissão de gases poluentes, a gerente de Meio Ambiente da Votorantim Cimentos, Patrícia Montenegro, destacou que o empreendimento utilizará tecnologia de última geração. “A fábrica terá filtros de manga da tecnologia mais avançada disponibilizada hoje no mundo para reduzir a emissão de poluentes. Assim, será emitido menos da metade do limite que é considerado seguro pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) e Organização Mundial de Saúde (OMS)”, ressaltou.

Com capacidade de produção de 2,2 milhões de toneladas de cimento por ano, a previsão é que a nova unidade comece a operar em dezembro de 2016. O projeto receberá investimentos de R$ 700 milhões e as atividades de construção da fábrica criarão aproximadamente 1,3 mil postos de trabalho na região na fase de pico da obra. Quando entrar em operação, a unidade vai gerar cerca de 600 empregos diretos e indiretos. Na audiência pública, os representantes da Votorantim Cimentos reforçaram o compromisso de priorizar a contratação de mão de obra local durante as fases de construção e operação da fábrica, além de promover a capacitação profissional.

A audiência pública contou com a participação de representantes da Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema), Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep), Prefeitura e Câmara Municipal de Caaporã, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), além de entidades de proteção do meio ambiente.

 foto.projeto paraiba (2)

Produção quadruplicada – A unidade industrial da Votorantim é uma das quatro novas fábricas de cimento que estão sendo implantadas na Zona da Mata Sul da Paraíba. As outras são: Elizabeth (Alhandra), Brennand (Pitimbu) e Intercement (Conde). Além disso, a Lafarge está expandindo sua unidade de Caaporã.

A expectativa é que nos próximos dois anos a Paraíba quadruplique sua produção de cimento, alcançando a marca de 10 milhões de toneladas por ano e o posto de segundo maior produtor do país. O novo polo cimenteiro deve resultar em um acréscimo de aproximadamente 6 mil empregos diretos e indiretos na região.

Votorantim Cimentos – Presente no negócio de materiais de construção (cimento, concreto, agregados e produtos complementares) desde 1933, a Votorantim Cimentos é uma das maiores empresas globais do setor, com capacidade produtiva de 53,9 milhões de toneladas/ano. No Brasil, possui unidades estrategicamente localizadas próximas aos mais importantes mercados consumidores em crescimento. Está presente em treze países, além do Brasil: Argentina, Bolívia, Canadá, Chile, China, Espanha, Estados Unidos, Índia, Marrocos, Peru, Tunísia, Turquia e Uruguai.

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Serra da Raiz: Noronha Monteiro vai ao TCE-PB e MPF apresentar denúncia contra Adailma
Política
0 shares31 views
Política
0 shares31 views

Serra da Raiz: Noronha Monteiro vai ao TCE-PB e MPF apresentar denúncia contra Adailma

Jota Alves - jun 20, 2019

De acordo com postagem feitas em redes sociais, as possíveis irregularidades são em processos licitatórios

“Não tenho apego ao cargo, se houver irregularidades, eu saio”, diz Moro na CCJ do Senado
Política
0 shares26 views
Política
0 shares26 views

“Não tenho apego ao cargo, se houver irregularidades, eu saio”, diz Moro na CCJ do Senado

Jota Alves - jun 20, 2019

Segundo o site The Intercept Brasil, as mensagens foram trocadas entre 2015 e 2018 e obtidas a partir da invasão de aparelhos dos procuradores por hackers

Prefeito que convocou comissionados para show da noiva é preso
Política
0 shares33 views
Política
0 shares33 views

Prefeito que convocou comissionados para show da noiva é preso

Jota Alves - jun 20, 2019

A Operação Harpalo começou em dezembro de 2018 e investiga o superfaturamento em contratos da prefeitura de Camaragibe

Leave a Comment