Debandada no MDB compromete reeleição de Raniery Paulino

Como Raniery obteve 35 mil votos nas eleições passadas, ele teria que praticamente dobrar a votação para garantir a vaga na AL

abril 3, 2018
624 Visualizações

Raniery é deputado estadual pelo MDB-PB

Nos últimos dias da janela eleitoral para que políticos deixem legendas sem sofrer sanções, na Paraíba o partido que mais sofreu uma sangria desatada foi o MDB, que tomou golpe na “jugular” e assistiu impotente a saída de todos os deputados federais (Hugo Mota, Veneziano Vital e André Amaral) um senador (Raimundo Lira).

Dos quatro deputados estaduais que fez nas eleições de 2014, hoje conta com apenas os deputados estaduais Ricardo Marcelo (que era do PEN) e Raniery Paulino. Gervásio Filho, Trócolli Júnior e Nabor Wanderley também deixaram a legenda.

Maior incentivador da candidatura própria a governador pela legenda emedebista, que tem José Maranhão como pré-candidato, Raniery assiste ao desmoronamento da postulação, o isolamento do MDB, correndo sérios riscos de não conseguir a reeleição para a Assembleia Legislativa.

Observando os números da última campanha estadual, o coeficiente eleitoral foi superior a 55 mil votos. Considerando que o eleitorado aumenta naturalmente de uma eleição para outra, projeta-se que o coeficiente passe de 60 mil votos, o que seriam necessários mais de 120 mil votos para reeleger os dois deputados que restaram no MDB. Como Raniery obteve 35 mil votos nas eleições passadas, ele teria que praticamente dobrar a votação para garantir a vaga na AL.

Numa entrevista dada nesta terça a uma rádio de Campina Grande, ficou clara a preocupação de Raniery com as baixas no partido.

“Tenho tentado com todos os esforços para que o MDB não tenha perdas e, queremos nessa fase, tentar recuperar algum quadro de filiação. Estamos tentando o diálogo. Os que não assimilaram a importância da candidatura própria do MDB, tomaram seus rumos”, declarou.

Pelo andar da carruagem, me parece que o projeto de candidatura de Maranhão é irreversível e os que permanecerem com ele estarão cientes do que virá pela frente e com o afunilamento dos prazos, o MDB fica ainda mais isolado.

 

Jota Alves é radialista com passagens pelas rádios Constelação FM e Rural AM de Guarabira, Tabajara de João Pessoa e jornais Folha do Brejo e Jornal da Paraíba. Atualmente é editor e articulista político do Portal 25 Horas.
E-mail: [email protected]
WhatsApp: (83) 99962-8866

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Cheque-Mate: Polícia Federal prende empresário Roberto Santiago
Policial
0 shares27 views
Policial
0 shares27 views

Cheque-Mate: Polícia Federal prende empresário Roberto Santiago

Jota Alves - mar 22, 2019

O cumprimento das medidas de busca e apreensão e prisão preventiva, na data de hoje, tem por objetivo inibir esquema de corrupção e fraudes licitatórias

Do partido de Raniery, Temer é chefe de organização criminosa há 40 anos, diz Lava-Jato
Política
0 shares42 views
Política
0 shares42 views

Do partido de Raniery, Temer é chefe de organização criminosa há 40 anos, diz Lava-Jato

Jota Alves - mar 21, 2019

Bretas determinou a prisão do ex-presidente Michel Temer e seu ex-ministro das Minas e Energia Moreira Franco, além de coronel Lima e outras sete pessoas

Reforma da Previdência será debatida em audiência pública na Câmara de Guarabira, nesta sexta
Política
0 shares24 views
Política
0 shares24 views

Reforma da Previdência será debatida em audiência pública na Câmara de Guarabira, nesta sexta

Jota Alves - mar 21, 2019

Deputado Gervásio Maia, professor Agassiz Almeida, secretário do ODE Célio Alves, capitão Allan Jones e presidente da FETAG-PB Liberalino Lucena serão os debatedores