Dupla armada assalta posto de combustíveis em Guarabira

Os marginais obrigaram dois frentistas e ficarem deitados, enquanto colhiam o dinheiro com outro frentista

janeiro 16, 2019
91 Visualizações

O posto de combustíveis de propriedade do senhor Erivan, em Guarabira (PB), foi alvo da ação de dois assaltantes o final da tarde quarta-feira (16). Câmeras do circuito de monitoramento do estabelecimento registraram o roubo à mão armada.

Nas imagens, os criminosos chegam em uma moto e, armados com arma de fogo, anunciam o assalto e surpreendem os frentistas, catando o que havia de apurado com os funcionários do estabelecimento. Os marginais obrigaram dois frentistas e ficarem deitados, enquanto colhiam o dinheiro com outro frentista que abastecia uma motocicleta.

Um mototaxista que estava abastecendo sua moto conseguiu sair correndo sem ser alcançado pelos criminosos.

Os meliantes fugiram em seguida e ninguém se feriu. Segundo a Polícia Militar, os criminoso ainda não foi identificados. A Polícia Civil também está trabalhando para identificar os assaltantes.

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Polícia prende dupla que furtava argolas de túmulos em cemitério de Belém
Policial
0 shares30 views
Policial
0 shares30 views

Polícia prende dupla que furtava argolas de túmulos em cemitério de Belém

Jota Alves - abr 22, 2019

As pessoas que receptaram os objetos do furto também serão chamadas à delegacia para prestar esclarecimentos

Câmara de Guarabira vai discutir situação de animais soltos nas ruas
Notícias
0 shares14 views
Notícias
0 shares14 views

Câmara de Guarabira vai discutir situação de animais soltos nas ruas

Jota Alves - abr 22, 2019

Júnior lembra que em Guarabira existe a ONG Opan, que cuida dos animais, que a partir de sua iniciativa foi tornada de utilidade pública

Governo aceita alterar quatro pontos da reforma da Previdência
Política
0 shares27 views
Política
0 shares27 views

Governo aceita alterar quatro pontos da reforma da Previdência

Jota Alves - abr 22, 2019

Na avaliação de assessores do ministro Paulo Guedes (Economia), os trechos oferecidos para a tesoura do Centrão não afetam a potência fiscal da reforma