“Durante duas décadas essas populações ficaram sem a água tratada”, diz Célio Alves em Araçagi

De acordo com Célio, existe uma grande diferença da atual gestão e outras que passaram pela Paraíba

junho 7, 2018
489 Visualizações

Presidente do PSB de Guarabira e pré-candidato a deputado estadual, Célio Alves acompanhou a agenda administrativa do governador Ricardo Coutinho na região, nesta quinta-feira (7), em companhia de lideranças políticas de Guarabira, a exemplo do ex-prefeito Josa da Padaria, dos vereadores Renato Meireles e Marcelo Bandeira e dos ex-vereadores Bica e Beto Meireles.

Na cidade de Araçagi, quando da assinatura da ordem de serviço para implantação de abastecimento de água nos distritos de Santa Lúcia e Tainha, Célio teve a oportunidade de fazer uso da palavra para cumprimentar os presentes e destacou a importância do investimento.

“Durante duas décadas essas populações ficaram sem a água tratada, que é um direito básico das pessoas. Agora, governador, o senhor na condição de governador da Paraíba traz essa providência, realiza esse sonho. Uma obra de R$ 1,5 milhão, que não vai ser executada com recursos de financiamento, mas com dinheiro próprio do Estado, mesmo a gente vivendo hoje uma crise econômica que todos conhecem porque sentem na pele no dia-a-dia”, disse o socialista.

De acordo com Célio, existe uma grande diferença da atual gestão e outras que passaram pela Paraíba no trato com as comunidades menores e que não adianta apenas pensar nas obras de grande vulto.

“Essa é a grande diferença do governo que nós temos na Paraíba com Ricardo Coutinho para aqueles do passado. É o governo que não promete, é o governo que faz. E não faz apenas as grandes obras, porque não adianta construir uma grande adutora, e o governador Ricardo fez para salvar Guarabira do colapso. Pilõezinhos, Cuitegi e Araçagi, no valor de R$ 4 milhões e com isso garantiu a nossa segurança hídrica, se não se lembrar de uma comunidade como Santa Lúcia e como Tainha”, pontuou o dirigente partidário.

Ainda segundo o socialista, em seu pronunciamento, o governador Ricardo olha para as comunidades esquecidas no passado com olhar de generosidade e que os moradores não esquecerão da ação e saberão compreender que o rumo a Paraíba deve seguir.

“Há o olhar macro do Estado para as grandes ações, as grandes obras, como é o caso da escola técnica estadual de Guarabira, que também servirá à região, mas há também o olhar generoso para as populações menores que ao longo da história foram esquecidas pelo governo da Paraíba. Quero expressar a minha alegria e dizer que esse povo será eternamente grato por essa ação que o senhor está desenvolvendo. Esse povo também saberá perceber qual o caminho que a Paraíba deve rumar daqui pra frente e não será, certamente, o caminho do esquecimento”, argumentou Célio Alves.

 

Comente esta matéria

Você também pode gostar

João Azevêdo participa do ODE em Esperança e presta contas de ações do Governo
Política
0 shares9 views
Política
0 shares9 views

João Azevêdo participa do ODE em Esperança e presta contas de ações do Governo

Jota Alves - abr 12, 2019

Mais de 2.200 pessoas participaram da audiência, que elegeram como prioridades de investimentos para a região a saúde (414 votos), área mais votada, seguida da estradas de rodagem (331 votos) e educação pública (272 votos)

Família do município de Cacimba Dentro está entre os desaparecidos após quedas de prédios no RJ
Notícias
0 shares50 views
Notícias
0 shares50 views

Família do município de Cacimba Dentro está entre os desaparecidos após quedas de prédios no RJ

Jota Alves - abr 12, 2019

O professor paraibano, Jandi, disse em entrevista à rádio Correio que tem esperança de encontrar os familiares com vida

Aguinaldo Ribeiro vai relatar Orçamento Impositivo na CCJ da Câmara
Política
0 shares21 views
Política
0 shares21 views

Aguinaldo Ribeiro vai relatar Orçamento Impositivo na CCJ da Câmara

Jota Alves - abr 12, 2019

As chamadas emendas de bancada são as apresentadas por deputados e senadores de cada estado para ações específicas naquelas unidades da Federação