Em Guarabira, comerciante tem residência incendiada

A residência de Marcos fica no piso superior de onde funciona a sua loja de acessórios para veículos

dezembro 6, 2017
648 Visualizações

Um incêndio, ocorrido na noite desta terça-feira (05), destruiu parte de um primeiro andar onde reside o empresário Marcos Antonio (Marcos Pife!, na Avenida Rui Barbosa, próximo ao Terminal Rodoviário Estadual Antônio Gentil de Amorim, em Guarabira, no Agreste da Paraíba.

Ainda não se sabe o que teria provocado o incêndio, mas os homens do Corpo de Bombeiros, que estiveram no local para conter as chamas, disseram que tudo leva a crer que o fogo começou depois de um curto circuito ocorrido numa das tomadas usada para ligar aparelhos eletrônicos, através de um “T”. Mas isso só poderá ser confirmado ou não depois da realização da perícia.

Apesar do susto e dos prejuízos materiais, o empresário Marcos e seus familiares estavam aliviados por ninguém ter se machucado. Segundo ele, no momento do ocorrido não havia ninguém em casa.

A residência de Marcos fica no piso superior de onde funciona a sua loja de acessórios para veículos.

Fonte: fato a fato

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Rompimento de adutora deixa 4 cidades do Brejo sem água, nesta segunda
Notícias
0 shares25 views
Notícias
0 shares25 views

Rompimento de adutora deixa 4 cidades do Brejo sem água, nesta segunda

Jota Alves - out 15, 2018

De acordo com o comunicado, o motivo foi o rompimento de uma adutora

Palhaço estranho é visto perambulando pelas ruas de Guarabira
Notícias
0 shares7369 views
Notícias
0 shares7369 views

Palhaço estranho é visto perambulando pelas ruas de Guarabira

Jota Alves - out 14, 2018

Populares que passavam pelo local se assustaram com a figura de cabelos vermelhos, rosto maquiado e roupa frouxa

MP denuncia sete por envolvimento em esquema que desviou R$ 15 milhões na Paraíba
Policial
0 shares166 views
Policial
0 shares166 views

MP denuncia sete por envolvimento em esquema que desviou R$ 15 milhões na Paraíba

Jota Alves - out 14, 2018

Ainda na denúncia, o MP aponta como os denunciados agiam, alterando planilhas, desviando recursos e enriquecendo ilicitamente