Escolas Cidadãs Integrais da Paraíba terão nova disciplina criada em parceria com universidade Finlandesa

Relacionada ao empreendedorismo, a disciplina vai trabalhar as habilidades dos alunos na criação de soluções para desafios cotidianos

janeiro 10, 2019
96 Visualizações

A Secretaria de Estado da Educação e Ciência e Tecnologia (SEECT) vai implantar, neste ano, a disciplina ‘Colabore e Inove’ nas Escolas Cidadãs Integrais na Paraíba. A nova disciplina é fruto do Programa Gira Mundo Finlândia e foi criada pelas professoras Luiza Iolanda Cortez e Giovania Lira a partir do trabalho desenvolvido pelo Programa em 2017 e 2018. A disciplina surgiu por meio de parceria entre a Secretaria de Estado da Educação (SEE), a Comissão Executiva das Escolas Cidadãs Integrais e a Instituição Proakatemia (Cultura e Educação Empreendedora) da Universisty of Applied Sciences (TAMK) na Finlândia.

A construção desse novo componente curricular nas escolas cidadãs foi guiada pela treinadora (coach) Hanna Saraketo, com o intuito de compartilhar os conhecimentos adquiridos no curso sobre empreendedorismo e habilidades fundamentais para profissionais no século XXI, realizado neste ano, na Finlândia, e do qual as professoras paraibanas participaram.

Relacionada ao empreendedorismo, a disciplina vai trabalhar as habilidades dos alunos na criação de soluções para desafios cotidianos. A proposta é inovadora na educação básica, trazendo referências mundiais de uma educação de qualidade adaptadas para a realidade do estado. Dessa forma, a matéria se torna mais significativa, inclusiva e desafiadora, na medida em que estimula diversas capacidades e talentos dos estudantes, procurando envolver alunos e professores com metodologias ativas da educação, facilitando os meios para criar um ambiente que estimula o protagonismo e fortalece a autonomia do discente.

Os professores que irão lecionar a disciplina terão que passar por formação continuada de 80h anuais. O curso será realizado pelas professoras Luiza Iolanda Cortez e Giovania Lira em parceria com a Universidade de TAMK da Finlândia.

Para as idealizadoras da disciplina, Luiza Iolanda Cortez e Giovania Lira, a ideia da ‘Colabore e Inove’ visou relacionar métodos educacionais e pessoas, estudantes e professores. “Sua base fundamenta-se no método desenvolvido por Carl Roger da aprendizagem centrada no estudante e na pedagogia da autonomia de Paulo Freire. O propósito é dar relevo ao potencial do corpo discente no processo de ensino e aprendizagem. Pretende-se estimular participação do estudante, destacando qualidades e conhecimento prévio”, disse Giovania.

Iolanda ressalta que a disciplina irá possibilitar o desenvolvimento de um ambiente que cria possibilidades variadas de aprendizagem. “Colabore e Inove vai valorizar métodos autênticos de avaliação, ação e compreensão do contexto, promovendo o fortalecimento da autoconfiança, empoderamento e participação, estimula a colaboração e favorece a autonomia”, disse.

Da Ascom

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Serra da Raiz: Noronha Monteiro vai ao TCE-PB e MPF apresentar denúncia contra Adailma
Política
0 shares31 views
Política
0 shares31 views

Serra da Raiz: Noronha Monteiro vai ao TCE-PB e MPF apresentar denúncia contra Adailma

Jota Alves - jun 20, 2019

De acordo com postagem feitas em redes sociais, as possíveis irregularidades são em processos licitatórios

“Não tenho apego ao cargo, se houver irregularidades, eu saio”, diz Moro na CCJ do Senado
Política
0 shares26 views
Política
0 shares26 views

“Não tenho apego ao cargo, se houver irregularidades, eu saio”, diz Moro na CCJ do Senado

Jota Alves - jun 20, 2019

Segundo o site The Intercept Brasil, as mensagens foram trocadas entre 2015 e 2018 e obtidas a partir da invasão de aparelhos dos procuradores por hackers

Prefeito que convocou comissionados para show da noiva é preso
Política
0 shares33 views
Política
0 shares33 views

Prefeito que convocou comissionados para show da noiva é preso

Jota Alves - jun 20, 2019

A Operação Harpalo começou em dezembro de 2018 e investiga o superfaturamento em contratos da prefeitura de Camaragibe