Guarabira: bandido armado assalta loja de cosméticos e leva R$ 11 mil

Ele rendeu funcionários da empresa e clientes que estavam no momento do crime se deitaram ao chão

outubro 22, 2018
2232 Visualizações

Neste final de semana, uma loja de cosméticos foi alvo da ação de criminosa de bandido. O caso aconteceu na última sexta-feira (19), quando um bandido armado invadiu a loja Hinode Center, localizado na Rua João Gomes Maranhão, ao lado da Riauto.

De acordo com informações do proprietário da franquia em Guarabira, senhor Iury, que concedeu entrevista ao repórter Zé Roberto, da Constelação FM, o marginal entrou sem capacete na loja, depois colocou o equipamento para não ser reconhecido e, de arma em punho, anunciou o assalto. Ele rendeu funcionários da empresa e clientes que estavam no momento do crime se deitaram ao chão. O elemento foi até o caixa e levou uma quantia aproximada de R$ 11 mil.

Imagens do circuito interno de monitoramento por câmeras, às quais a polícia teve acesso, mostram o desespero de funcionários e clientes. A ação criminosa durou apenas 4º segundos. Depois do roubo, o bandido, que agiu sozinho, fugiu numa motocicleta.

Até o momento a polícia não tem pistas do criminoso.

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Assembleia aprova lei que institui dia da maconha medicinal
Política
0 shares10 views
Política
0 shares10 views

Assembleia aprova lei que institui dia da maconha medicinal

Jota Alves - abr 23, 2019

Estela ressaltou que a Paraíba está na vanguarda de uso terapêutico da Cannabis

STJ decide reduzir pena do ex-presidente Lula
Política
0 shares19 views
Política
0 shares19 views

STJ decide reduzir pena do ex-presidente Lula

Jota Alves - abr 23, 2019

A sentença, em primeira instância, foi dada pelo então juiz Sérgio Moro, atual ministro da Justiça, que condenou Lula por corrupção passiva e de lavagem de dinheiro

Justiça determina liberdade de ex-secretária Livânia Farias
Notícias
0 shares15 views
Notícias
0 shares15 views

Justiça determina liberdade de ex-secretária Livânia Farias

Jota Alves - abr 23, 2019

Na decisão pela soltura, contudo, a magistrada impõe algumas condições