Guarabirense que aplicou golpe de R$ 400 mil em aposentado é preso em Porto Velho

As investigações apontam que Júlio César pretendia aplicar novos golpes em Porto Velho

dezembro 5, 2018
1614 Visualizações

Um estelionatário guarabirense, de 37 anos (sem camisa), procurado pela justiça foi preso na última quinta-feira (29) pela Polícia Civil de Porto Velho, Capital de Rondônia. Outros dois comparsas também foram detidos, o trio fazia compras num Shopping durante prisão.

Segundo a Polícia, Júlio César é especialista em estelionato. Ele é acusado de aplicar um golpe num aposentado em fevereiro de 2018 em João Pessoa, no valor de R$ 400 mil. Ao conseguir o dinheiro, acabou fugindo para o Rio Grande do Norte, em seguida para Porto Velho, onde foi preso.

As investigações apontam que Júlio César pretendia aplicar novos golpes em Porto Velho. Junto com ele, foram presos uma mulher de 23 anos e um jovem de 27 anos. Júlio César tem passagens pela Polícia por vários crimes.

Comente esta matéria

Você também pode gostar

‘Dá saudade todo dia’, diz Lucas Veloso após três anos da morte do humorista Shaolin
Notícias
0 shares22 views
Notícias
0 shares22 views

‘Dá saudade todo dia’, diz Lucas Veloso após três anos da morte do humorista Shaolin

Jota Alves - jan 14, 2019

O acidente com Shaolin aconteceu em Campina Grande, no dia 18 de janeiro de 2011

Nesta terça, Bolsonaro assina decreto que flexibiliza posse de armas de fogo
Política
0 shares15 views
Política
0 shares15 views

Nesta terça, Bolsonaro assina decreto que flexibiliza posse de armas de fogo

Jota Alves - jan 14, 2019

O porte de arma de fogo, ou seja, o direito de andar com a arma na rua ou no carro não será incluído no texto

MP pede mais de 1.500 anos de prisão para Berg Lima, prefeito de Bayeux
Notícias
0 shares16 views
Notícias
0 shares16 views

MP pede mais de 1.500 anos de prisão para Berg Lima, prefeito de Bayeux

Jota Alves - jan 14, 2019

Para o procurador, cada salário pago aos ‘fantasmas’ é um crime diferente, e por conta disso, ele pede à Justiça que Berg Lima seja denunciado 128 vezes no crime