Homem bate calha em fio de alta tensão e morre eletrocutado em Areia

Com a descarga elétrica sofrida, testemunhas afirmaram que a vítima chegou a ser arremessada

março 25, 2017
1259 Visualizações

Um homem morreu depois de sofrer um choque elétrico na cidade de Areia, no Brejo paraibano, a 130 km de João Pessoa, na manhã deste sábado (25). Testemunhas informaram à polícia que a vítima realizava um serviço de manutenção em uma casa quando o acidente aconteceu.

A polícia informou que o homem estaria instalando uma calha no telhado da casa quando teria encostado a peça em fios da alta tensão que ficam próximos ao primeiro andar da residência. Com a descarga elétrica sofrida, testemunhas afirmaram que a vítima chegou a ser arremessada.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência se deslocou ao local do acidente para prestar socorro, mas não foi possível reanimar a vítima. Profissionais do Instituto de Polícia Científica realizaram uma perícia, mas as causas precisas da ocorrência não foram divulgadas.

Fonte: Portal Correio

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Projeto de Camila cria Política de Diagnóstico e Tratamento da Depressão
Política
0 shares7 views
Política
0 shares7 views

Projeto de Camila cria Política de Diagnóstico e Tratamento da Depressão

Jota Alves - abr 21, 2019

O projeto prevê ainda a realização de pesquisas visando ao diagnóstico precoce da depressão e seus distúrbios

Annita grava música com Madonna em álbum que será lançado em julho
Notícias
0 shares12 views
Notícias
0 shares12 views

Annita grava música com Madonna em álbum que será lançado em julho

Jota Alves - abr 21, 2019

A brasileira também contou que chorou muito ao ouvir pela primeira vez como ficou a parceria entre as duas em “Faz Gostoso”

Começa nesta segunda campanha de vacinação contra a Gripe
Notícias
0 shares12 views
Notícias
0 shares12 views

Começa nesta segunda campanha de vacinação contra a Gripe

Jota Alves - abr 21, 2019

A influenza é uma doença sazonal, mais comum no inverno, que causa epidemias anuais, sendo que há anos com maior ou menor intensidade de circulação desse tipo de vírus