Delegado diz que acusado da morte de jovem por causa de briga no trânsito alegou “legítima defesa”

O delegado contou em entrevista, que Martinho deixou a esposa numa carraca de cachorro quente e saiu em perseguição aos jovens

maio 17, 2018
686 Visualizações

Hugo Lucena é delegado de Polícia Civil e investiga o caso

Se apresentou, na manhã desta quarta-feira (16), o segurança Martinho, conhecido por “Bombado”, apontado como o autor da morte de Lucas Macena de Lima, de 27 anos, na noite do último domingo (13), no Bairro do Juá. A vítima morava no bairro Novo, em Guarabira.

De acordo com o delegado Hugo Lucena, titular do Grupo Tático Especial (GTE-Polícia Civil), o autor foi ouvido, entretanto, não foi preso, pois não havia situação de flagrante contra ele, sendo liberado após prestar depoimento e entregar a arma de fogo supostamente usada no crime.

Bombado se apresentou na companhia de um advogado. Em seu depoimento, ele alegou que agiu em legítima defesa apresentando sua versão (disse que a vítima estaria também armada e sacou uma arma para tentar atirar nele, mas ele foi mais rápido). A arma de fogo, um revólver calibre 38, usada no crime, será periciada para conclusão do inquérito.

Em conversa com o repórter Pedro Júnior da TV Mídia, o delegado disse que o autor será indiciado por homicídio duplamente qualificado (por motivo fútil e sem chance de defesa para a vítima). “Ele responderá em liberdade, se não houver novos fatos que justifiquem a prisão”, explicou Lucena.

Martinho seguiu o carro em que Lucas estava em companhia de amigos depois de uma discussão no trânsito, ocorrida nas imediações do terminal rodoviário estadual. Testemunhas disseram que Lucas chegou a parar o carro no girador e Martinho teria sacado uma arma, mas foi contido pela esposa, que estava com ele na moto.

O delegado contou em entrevista, que Martinho deixou a esposa numa carraca de cachorro quente e saiu em perseguição aos jovens. Próximo à policlínica do município, saída para Pirpirituba, os jovens foram alcançados quando faziam necessidade fisiológica, quando Lucas foi alvejado. Um disparo, dos quatro desferidos, atingiu a cabeça de Lucas, que morreu no local.

Fonte: Portal Mídia

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Assembleia vai doar objetos a entidades filantrópicas; saiba como requerer
Notícias
0 shares5 views
Notícias
0 shares5 views

Assembleia vai doar objetos a entidades filantrópicas; saiba como requerer

Jota Alves - jan 17, 2019

Segundo o edital, as despesas com o carregamento e transporte dos materiais ocorrerão por conta do solicitante

Caminhoneiro confessa ter espancado e atropelado ajudante, em Mamanguape
Policial
0 shares15 views
Policial
0 shares15 views

Caminhoneiro confessa ter espancado e atropelado ajudante, em Mamanguape

Jota Alves - jan 17, 2019

O Samu socorreu a vítima para o Hospital de Trauma de João Pessoa

Cúpula no Vaticano determinará novas regras contra pedofilia
Notícias
0 shares16 views
Notícias
0 shares16 views

Cúpula no Vaticano determinará novas regras contra pedofilia

Jota Alves - jan 16, 2019

O encontro ocorrerá no Vaticano, de 21 a 24 de fevereiro, com os presidentes de todas as Conferências Episcopais do mundo.