Justiça Eleitoral proíbe guia de Cássio de explorar compra de helicóptero

setembro 25, 2014
180 Visualizações

helicóptero

Baseado em relatório da auditoria do Tribunal de Contas do Estado (TCE), o juiz auxiliar da propaganda eleitoral, José Guedes Cavalcanti Neto, proibiu, nesta quarta-feira (24), a coligação do candidato do PSDB ao Governo do Estado de veicular em seu guia eleitoral conteúdo de propaganda sobre supostas irregularidades no processo de aquisição de um helicóptero para uso das forças de segurança pública da Paraíba.

Ao acatar pedido de liminar impetrado pela assessoria jurídica da coligação ‘A Força do Trabalho’, o juiz do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba reconheceu que as denúncias veiculadas no guia do PSDB são inverídicas, já que foram apreciadas e arquivadas pelo TCE. “Tal questão já foi apreciada pela auditoria do Tribunal de Contas do Estado, conforme decisão de fls. 24/28, que restou por arquivar a referida denúncia”, diz trecho do despacho do juiz José Guedes Cavalcanti Neto.

“Tratando-se de denúncia já apreciada e arquivada pelo órgão responsável pela análise das contas públicas, qualquer ilação acerca de sobrepreço, parece-me, ao menos neste juízo sumário, mensagem com afirmação sabidamente inverídica a ensejar a suspensão da propaganda atacada”, reforça o magistrado, que ainda fixou multa à coligação do candidato do PSDB, caso sua decisão seja descumprida.

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Município de Mari, através do CRAS, realiza curso de confeccionador de bijuteria
Notícias
0 shares26 views
Notícias
0 shares26 views

Município de Mari, através do CRAS, realiza curso de confeccionador de bijuteria

Jota Alves - jul 26, 2017

O curso de confeccionador de bijuteria reforça o compromisso da Gestão Municipal em contribuir para a qualificação profissional

Pagamento do mês de julho dos servidores estaduais tem datas definidas
Notícias
0 shares334 views
Notícias
0 shares334 views

Pagamento do mês de julho dos servidores estaduais tem datas definidas

Jota Alves - jul 26, 2017

“Continuamos a pagar dentro do mês trabalhado desde o início”, destacou Ricardo na publicação

Prefeita de Serra da Raiz é condenada a 4 anos de prisão por crime de responsabilidade
Política
0 shares194 views
Política
0 shares194 views

Prefeita de Serra da Raiz é condenada a 4 anos de prisão por crime de responsabilidade

Jota Alves - jul 26, 2017

No mérito, o relator disse que a ré não comprovou, documentalmente, a sua inocência quanto à legalidade de pagamentos de despesas com dinheiro público no valor de R$ 43,7 mil

Leave a Comment

Your email address will not be published.