Marcelo Bandeira solicita prédio do Estado para abrigar Defesa Animal, Sedap e Emater

Segundo o parlamentar, em sua justificativa, o prédio da antiga Casa da Cidadania está fechado, é bem localizado, possui estrutura física adequada

fevereiro 8, 2019
51 Visualizações

A Câmara Municipal de Guarabira, em sessão ordinária realizada na tarde desta quinta-feira (7), aprovou por unanimidade, requerimento de autoria do vereador Marcelo Bandeira (PSB), solicitando do Governo do Estado a utilização do antigo prédio da Casa da Cidadania, localizado no Centro de Guarabira, para que possa abrigar órgãos ligados ao setor primário, a exemplo de Defesa Animal, Sedap e Emater.

Segundo o parlamentar, em sua justificativa, o prédio da antiga Casa da Cidadania está fechado, é bem localizado, possui estrutura física adequada e poderá servir para abrigar os órgãos ligados ao setor primário. Órgãos como a Defesa Animal, Sedap e Emater funcionam em prédios alugados ou emprestados e seria muito importante alocar esses serviços num só espaço.

Ainda de acordo com Marcelo, muitos trabalhadores e produtores rurais precisam procurar os serviços desses órgãos e estando no centro da cidade facilitaria bastante o acesso.

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Polícia prende traficantes e apreende adolescente na cidade e Juarez Távora
Policial
0 shares22 views
Policial
0 shares22 views

Polícia prende traficantes e apreende adolescente na cidade e Juarez Távora

Jota Alves - fev 16, 2019

Os acusados e o material apreendido foram encaminhados a DP em Guarabira para os procedimentos

Prefeitura de Mari realizará triagem para cirurgias de catarata
Notícias
0 shares16 views
Notícias
0 shares16 views

Prefeitura de Mari realizará triagem para cirurgias de catarata

Jota Alves - fev 16, 2019

A triagem será oferecida aos pacientes com idade acima de 50 anos

Assassino de taxista se entrega à polícia após quase quatro horas de negociação
Policial
0 shares44 views
Policial
0 shares44 views

Assassino de taxista se entrega à polícia após quase quatro horas de negociação

Jota Alves - fev 16, 2019

Ele foi levado para a Central de Polícia Civil em João Pessoa, no bairro do Geisel, para prestar depoimento