Maria do Rosário: Arquivamento da ‘cura gay’ é ‘vitória contra intolerância’

ministra02

Em visita à Paraíba nesta quarta-feira (3), a ministra Maria do Rosário, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), comentou sobre o arquivamento do projeto que autoriza a “cura gay”. “É uma vitória daqueles que lutam contra a intolerância”, declarou a ministra.

Durante participação no Seminário Estadual de Direitos Humanos, que aconteceu na Universidade Federal da Paraíba, em João Pessoa, Maria do Rosário lembrou os dados repassados pela sociedade civil de que 60 pessoas foram mortas em 2 anos e meio na Paraíba pela condição da homossexualidade. “O preconceito está matando. Ninguém é a favor do preconceito, ninguém é a favor da violência. Então vamos todos trabalhar por um Brasil melhor, sem preconceito, sem violência”, disse.

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (2) por votação simbólica o requerimento do deputado João Campos (PSDB-GO), autor do projeto que autoriza a “cura gay”, para que o texto fosse retirado de tramitação. A proposta permitia o tratamento por psicólogos de pacientes que quisessem “reverter” a homossexualidade.

O evento aconteceu no auditório do Centro de Ciências Jurídicas da UFPB, onde lideranças ciganas, indígenas, LGBT, entre outras, mostraram suas reinvindicações e exporam seus problemas. “Eu assumi compromisso de, junto ao Conselho de Direitos Humanos do Estado da Paraíba, retormarmos e respondermos às questões que puderem ser respondidas no âmbito do Governo Federal”, garantiu a ministra.

Pela manhã, a ministra se reuniu com o governador Ricardo Coutinho (PSB) a portas fechadas e elogiou a atuação dele em relação aos direitos humanos. “Ele é um governador que tem estado atento ao diálogo conosco, é um dos governadores que assumiram a resolução número 8, que trata dos autos de resistência e isso merece ser valorizado porque busca uma mudança na cultura das polícias do estado. É claro que sempre há o que melhorar, mas no meu caso, a minha presença aqui, como presença do Governo Federal, é sempre para trabalhar conjuntamente”, pontuou Maria do Rosário.

Durante a tarde, a Secretaria de Direitos Humanos entrega equipamentos, a exemplo de veículos, aos Conselhos Tutelares da capital paraibana. “Esse contato direto com a sociedade civil é excepcional porque a gente vai vendo esse mosaico de possibilidades que o Brasil tem e levando essas ideias para a presidenta Dilma, pro Governo Federal. As políticas públicas ficam mais vivas e melhores no atendimento da população”, relatou.

Fonte: G1PB