Mulher é assassinada com tiro na cabeça ao buscar bolo de aniversário do filho

A vitima foi socorrida em uma ambulância, mas devido à gravidade do ferimento morreu em hospital local

junho 18, 2017
791 Visualizações

Alessandra Paula Aureliano, de 30 anos, foi assassinada com tiro na cabeça após sair de casa para buscar um bolo de aniversário do filho na noite dessa sexta-feira (16), na cidade de Natuba, no Agreste da Paraíba, a 129 km de João Pessoa.

A Polícia Militar da cidade foi alertada por moradores sobre o crime por volta das 20h. Segundo testemunhas, a vítima estava saindo de casa e o suposto suspeito estaria escondido ao lado da residência, em um beco, e, ao se aproximar da mulher, efetuou apenas um disparo, quase a queima roupa. A polícia não informou o que poderia ter motivado o crime e não deu detalhes sobre a identificação do criminoso.

A vitima foi socorrida em uma ambulância, mas devido à gravidade do ferimento morreu em hospital local.

O aniversário do filho da vítima seria comemorado neste domingo (18).

Redação com Portal Correio

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Caminhão tomba em rodovia entre Pirpirituba e Belém e motorista fica ferido
Policial
0 shares281 views
Policial
0 shares281 views

Caminhão tomba em rodovia entre Pirpirituba e Belém e motorista fica ferido

Jota Alves - jun 23, 2018

O motorista sofreu apenas alguns ferimentos e foi socorrido ao Hospital Regional de Guarabira

Vaticano condena a cinco anos de prisão sacerdote acusado de pedofilia
Notícias
0 shares34 views
Notícias
0 shares34 views

Vaticano condena a cinco anos de prisão sacerdote acusado de pedofilia

Jota Alves - jun 23, 2018

A Promotoria do Vaticano argumentou que Capella deveria ser condenado porque possuía grande quantidade de fotos e vídeos com menores em atos sexuais explícitos

Justiça homologa delação premiada de ex-ministro Antônio Palocci
Política
0 shares24 views
Política
0 shares24 views

Justiça homologa delação premiada de ex-ministro Antônio Palocci

Jota Alves - jun 23, 2018

O ex-ministro fechou os termos da delação com delegados responsáveis pelas investigações da Lava Jato