Mulher é atropelada e morre após ter sido arrastada por carro na BR-101

Uma testemunha relatou que um carro bateu na mulher e, devido a alta velocidade, fugiu arrastado a vítima por alguns metros

novembro 18, 2018
189 Visualizações

Uma mulher de aproximadamente 60 anos morreu após ter sido arrastada por um carro na tarde deste sábado (17), na BR-101, nas proximidades das três lagoas, entre os bairros de Cruz das Armas e Costa e Silva, em João Pessoa.

O Samu foi acionado para atender a ocorrência e ao chegar ao local constatou que a vítima tinha fraturas expostas pelo corpo e não apresentava sinais vitais. Após os primeiros atendimentos, o socorro médico constatou que a vítima estava morta.

Uma testemunha relatou que um carro bateu na mulher e, devido a alta velocidade, fugiu arrastado a vítima por alguns metros.  Os primeiros levantamentos apontaram que a vítima teria tentado atravessar a BR-101 em local impróprio para pedestre.

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Vice-governadora se reúne com ministra e pede instalação da Casa da Mulher Brasileira na Paraíba
Política
0 shares12 views
Política
0 shares12 views

Vice-governadora se reúne com ministra e pede instalação da Casa da Mulher Brasileira na Paraíba

Jota Alves - fev 13, 2019

Ainda na audiência, a vice-governadora apresentou à ministra Damares Alves o programa de condomínio Cidade Madura, construído pelo Governo do Estado

CRM-PB vai interditar bloco cirúrgico no Trauminha após encontrar mofo, ferrugem e buracos
Notícias
0 shares18 views
Notícias
0 shares18 views

CRM-PB vai interditar bloco cirúrgico no Trauminha após encontrar mofo, ferrugem e buracos

Jota Alves - fev 13, 2019

Com a interdição, os médicos ficam proibidos de realizarem procedimentos no setor

Em nota, pregoeiro da prefeitura de Guarabira nega favorecimento em licitação
Notícias
0 shares22 views
Notícias
0 shares22 views

Em nota, pregoeiro da prefeitura de Guarabira nega favorecimento em licitação

Jota Alves - fev 13, 2019

Na nota, o pregoeiro destaca que existe transparência nas licitações feitas pela gestão atual com transmissão pela internet, se defende das acusações de favorecer uma empresa e assegura que a licitação foi suspensa