Mulher manda matar ex-marido, que era PM, para ficar com pensão

Segundo as investigações da Delegacia de Homicídios, o casal estava separado e, dias antes do crime, ele tinha ganhado na Justiça a guarda da filha dos dois

junho 9, 2017
724 Visualizações

Uma mulher foi presa suspeita de matar o ex-marido para ficar com a guarda da filha e com a pensão do antigo companheiro, segundo a Polícia Civil. O crime aconteceu em João Pessoa, há quase um ano, e a prisão da mulher, de 30 anos, aconteceu nesta quarta-feira (8).

A vítima foi o policial rodoviário federal aposentado Antônio Carlos, de 55 anos. Ele foi baleado no dia 25 de julho de 2016, quando parou o carro em que dirigia em um semáforo no bairro da Torre, em João Pessoa. Mesmo ferido, ele tentou dirigir, mas perdeu o controle do carro e bateu em um muro.

Segundo as investigações da Delegacia de Homicídios, o casal estava separado e, dias antes do crime, ele tinha ganhado na Justiça a guarda da filha dos dois. Porém, a ex-mulher não teria aceitado a decisão e chegou a esconder a menina para não entregá-la ao ex-marido.

Outro suspeito do crime está preso desde setembro do ano passado e, segundo a polícia, mantém um relacionamento com a ex-mulher da vítima. “Em setembro, a gente conseguiu prender o executor do crime, que é o atual companheiro da mulher que foi presa ontem. Ele foi preso em flagrante na época por agentes de investigação da Delegacia de Homicídios e ele estava com a arma do mesmo calibre utilizado no cometimento do crime, que foi uma pistola 9mm”, disse o delegado de Homicídios, Reinaldo Nóbrega.

Ainda de acordo com o delegado, a perícia confirmou que a arma apreendida foi a mesma usada no crime. Para a polícia, a mulher mandou matar o ex-companheiro para que a filha ficasse com a pensão. Os dois teriam planejado a morte do policial e vão responder pelo crime de homicídio qualificado.

“Conseguimos buscar um histórico de agressões, intimidações, ameaças que a vítima sofria tanto do executor quanto da ex-companheira, e foi aí que a gente conseguiu fechar o ciclo da investigação e conseguiu colocar ela como a mandante”, esclareceu o delegado.

Fonte: G1

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Projeto da deputada Edna Henrique garante doação de arma para policiais e agentes aposentados
Política
0 shares14 views
Política
0 shares14 views

Projeto da deputada Edna Henrique garante doação de arma para policiais e agentes aposentados

Jota Alves - abr 23, 2019

Como justificativa para o projeto, a deputada e delegada de carreira, Edna Henrique, chama a atenção para o risco constante da atividade policial

Polícia prende dupla que furtava argolas de túmulos em cemitério de Belém
Policial
0 shares52 views
Policial
0 shares52 views

Polícia prende dupla que furtava argolas de túmulos em cemitério de Belém

Jota Alves - abr 22, 2019

As pessoas que receptaram os objetos do furto também serão chamadas à delegacia para prestar esclarecimentos

Câmara de Guarabira vai discutir situação de animais soltos nas ruas
Notícias
0 shares17 views
Notícias
0 shares17 views

Câmara de Guarabira vai discutir situação de animais soltos nas ruas

Jota Alves - abr 22, 2019

Júnior lembra que em Guarabira existe a ONG Opan, que cuida dos animais, que a partir de sua iniciativa foi tornada de utilidade pública