Juiz devolve cargo de prefeito de Santa Rita a Netinho e condena postura da Câmara

dezembro 17, 2014
535 Visualizações

Netinho

Menos de doze horas da decisão da Câmara de Santa Rita anular o processo de cassação do prefeito Reginaldo Pereira (PRP), o juiz Gustavo Procópio, da 5ª Vara do município, suspendeu na noite desta terça-feira (16) os efeitos da decisão do Legislativo Municipal e manteve no cargo o vice e prefeito interino, Netinho de Várzea Nova.

Pela manhã, em ato administrativo, a Câmara viu falhas e recuou do processo de cassação de Reginaldo. Netinho considerou a decisão um “golpe” e entrou com pedido de liminar na Justiça local, o que foi concedido.

No seu despacho em tutela antecipada, o juiz advertiu o Legislativo sobre a oscilação “como um pêndulo que põe e tira prefeito ao sabor das conveniências ocasionais”. Ele enfatiza que a questão foi judicializada e “conta com decisões mantendo o autor (Netinho) no cargo de prefeito”.

Nas suas conclusões, o magistrado assinou entender que o “ato atacado viola o princípio da segurança jurídica e tem real potencialidade de ocasionar danos irreparáveis aos munícipes”.

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Hospital Regional de Guarabira comemora o milésimo parto em 100 dias
Notícias
0 shares26 views
Notícias
0 shares26 views

Hospital Regional de Guarabira comemora o milésimo parto em 100 dias

Jota Alves - abr 19, 2019

A maternidade do HRG é uma referência na região, atendendo 25 cidades do Brejo e agreste paraibano

Mari: prefeito Antônio Gomes distribui 10 toneladas de peixes na Semana Santa
Notícias
0 shares23 views
Notícias
0 shares23 views

Mari: prefeito Antônio Gomes distribui 10 toneladas de peixes na Semana Santa

Jota Alves - abr 19, 2019

O prefeito falou da alegria de estar junto da comunidade, em mais um ano da Semana Santa, e poder oferecer condições para que a população possa participar dos festejos religiosos

Ministro do STF, Alexandre de Moraes recua e revoga censura a sites
Notícias
0 shares16 views
Notícias
0 shares16 views

Ministro do STF, Alexandre de Moraes recua e revoga censura a sites

Jota Alves - abr 19, 2019

Em mensagem divulgada nesta quinta-feira, o ministro Celso de Mello chamou a censura de intolerável e disse que é uma perversão da ética do direito

Leave a Comment

Your email address will not be published.