Nonato Bandeira vê PMDB como forte aliado para o PSB em 2018

Segundo ele, é preciso analisar a geopolítica do estado quando for montar uma chapa majoritária

agosto 31, 2017
452 Visualizações

O Chefe de Gabinete do Governo do Estado, Nonato Bandeira, dirigente estadual do PPS, é favorável a uma ampla aliança de partidos em torno do que representa hoje a administração do governador Ricardo Coutinho, que segundo ele, desenvolve um grande trabalho de desenvolvimento social, humano e econômico do Estado. Neste sentido, Nonato considera o PMDB um aliado em potencial ao projeto de Ricardo Coutinho para as eleições de 2018.

“O PMDB é um partido que tem história na Paraíba, onde José Maranhão, em um gesto de elegância e de estadista, reconheceu ontem em entrevista que Ricardo administra com competência, inclusive dando sequência a muitos projetos que Maranhão deixou em andamento, a exemplo do programa de estradas, que já atingiu a marca incrível de 2.500 km na atual gestão”, afirmou Nonato.

Sobre a questão da composição da chapa majoritária para 2018, Nonato destacou que a indicação de nomes para a chapa majoritária vai ser posterior à coligação. Mas ressaltou que o PMDB tem ótimos nomes e fez uma breve avaliação sobre o mandato do senador Raimundo Lira em favor do Estado. “Raimundo Lira desenvolve um grande trabalho em prol da Paraíba, inclusive não se imiscuindo em picuinhas políticas que não levam a nada, que não trazem benefício algum ao Estado. Mas a escolha e a indicação dos nomes para compor cabem aos partidos e, no caso de Lira, ele pertence ao PMDB”.

Nonato lembra que, atualmente, fazem parte do arco de alianças do governador 16 partidos, que tendem a crescer ainda mais quando se aproximar as eleições. Segundo ele, é preciso analisar a geopolítica do estado quando for montar uma chapa majoritária. “É bom lembrar também que a Paraíba não se resume apenas a João Pessoa e Campina Grande. Inclusive, a Capital só tem 18 por cento do eleitorado e Campina menos de 12 por cento. São os dois maiores centros urbanos, é verdade, mas não podemos esquecer das regiões. O sertão, por exemplo, tem mais de 25 por cento dos votos; o Cariri, o Brejo, Curimataú, o Agreste, o Vale do Piancó e outras regiões do Estado que também tem nomes significativos”, disse Nonato.

Da redação com assessoria

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Serra da Raiz: Noronha Monteiro vai ao TCE-PB e MPF apresentar denúncia contra Adailma
Política
0 shares28 views
Política
0 shares28 views

Serra da Raiz: Noronha Monteiro vai ao TCE-PB e MPF apresentar denúncia contra Adailma

Jota Alves - jun 20, 2019

De acordo com postagem feitas em redes sociais, as possíveis irregularidades são em processos licitatórios

“Não tenho apego ao cargo, se houver irregularidades, eu saio”, diz Moro na CCJ do Senado
Política
0 shares23 views
Política
0 shares23 views

“Não tenho apego ao cargo, se houver irregularidades, eu saio”, diz Moro na CCJ do Senado

Jota Alves - jun 20, 2019

Segundo o site The Intercept Brasil, as mensagens foram trocadas entre 2015 e 2018 e obtidas a partir da invasão de aparelhos dos procuradores por hackers

Prefeito que convocou comissionados para show da noiva é preso
Política
0 shares31 views
Política
0 shares31 views

Prefeito que convocou comissionados para show da noiva é preso

Jota Alves - jun 20, 2019

A Operação Harpalo começou em dezembro de 2018 e investiga o superfaturamento em contratos da prefeitura de Camaragibe