Para Maluf, petição contra Renan Calheiros não representa povo brasileiro

fevereiro 8, 2013
495 Visualizações

Uma petição que circula pela internet contra a eleição de Renan Calheiros como presidente do Senado está dando o que falar. Nesta semana, o deputado federal Paulo Maluf declarou que as 300 mil assinaturas do documento online não representam a população brasileira.
Atualmente a petição, iniciativa do movimento “Rio de paz”, já ultrapassou a marca de 400 mil assinaturas.

A organização acredita que nem todos sabem da decisão dos 56 senadores de eleger Renan Calheiros ao cargo e por isso não conta com mais assinaturas. Para aumentar a visibilidade, o “Rio de paz” vai anunciar quinzenalmente o número atualizado de adesões à “Ficha-Limpa na presidência da Casa”.

A petição seguirá permanente na internet ou até que o Supremo se manifeste sobre a denúncia encaminhada pelo Procurador Geral da República, Roberto Gurgel

Anna Ramalho/JBonline

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Célio Alves detalha ciclo do ODE e destaca obras do governo do estado em Guarabira
Política
0 shares9 views
Política
0 shares9 views

Célio Alves detalha ciclo do ODE e destaca obras do governo do estado em Guarabira

Jota Alves - mar 20, 2019

O secretário revelou que até o mês de maio o governador entregará a Escola Técnica Cidadã Integral Dom Marcelo Carvalheira, com investimentos de R$ 16 milhões

Governador autoriza Cagepa a contratar mais 50 carros pipa para abastecimento de CG
Notícias
0 shares13 views
Notícias
0 shares13 views

Governador autoriza Cagepa a contratar mais 50 carros pipa para abastecimento de CG

Jota Alves - mar 20, 2019

Mais de 40 técnicos da Cagepa, em parceria com a Energisa, estão empenhados na força-tarefa para manutenção das instalações elétricas e dos equipamentos danificados

Major Givaldo Medeiros é promovido a tenente coronel da PM
Notícias
0 shares33 views
Notícias
0 shares33 views

Major Givaldo Medeiros é promovido a tenente coronel da PM

Jota Alves - mar 20, 2019

Em seu perfil na rede social Facebook, o agora tenente coronel comemorou a promoção, ressaltando ter entrado na PM 1989 para servir à sociedade

Leave a Comment

Your email address will not be published.