Parada cardíaca causa a morte do empresário Jardel Jóias

De acordo com informações repassadas por familiares, está sendo realizado no Parque das Acácias, no bairro de José Américo

fevereiro 7, 2019
70 Visualizações

Morreu na tarde desta quarta-feira (6), no Hospital Unimed João Pessoa, o empresário conhecido como Jardel Jóias. Ele faleceu após ser vítima de uma parada cardíaca.

De acordo com informações repassadas por familiares, está sendo realizado no Parque das Acácias, no bairro de José Américo. O sepultamento ocorrerá na manhã desta quinta-feira (7).

Jardel Jóias foi um dos comerciantes mais antigos a entrar no ramo de jóias, em João Pessoa. Ele inaugurou a loja localizada na avenida Duque de Caxias, ao lado do Ponto de Cem Réis, em 1969. O empreendimento é um dos mais tradicionais e conhecidos da cidade.

Ele deixa e filha Joceline e a esposa, Maria da Penha Gomes. O filho Jardel Gomes do Nascimento morreu pela mesma causa em abril de 2018.

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Polícia prende dupla que furtava argolas de túmulos em cemitério de Belém
Policial
0 shares30 views
Policial
0 shares30 views

Polícia prende dupla que furtava argolas de túmulos em cemitério de Belém

Jota Alves - abr 22, 2019

As pessoas que receptaram os objetos do furto também serão chamadas à delegacia para prestar esclarecimentos

Câmara de Guarabira vai discutir situação de animais soltos nas ruas
Notícias
0 shares14 views
Notícias
0 shares14 views

Câmara de Guarabira vai discutir situação de animais soltos nas ruas

Jota Alves - abr 22, 2019

Júnior lembra que em Guarabira existe a ONG Opan, que cuida dos animais, que a partir de sua iniciativa foi tornada de utilidade pública

Governo aceita alterar quatro pontos da reforma da Previdência
Política
0 shares27 views
Política
0 shares27 views

Governo aceita alterar quatro pontos da reforma da Previdência

Jota Alves - abr 22, 2019

Na avaliação de assessores do ministro Paulo Guedes (Economia), os trechos oferecidos para a tesoura do Centrão não afetam a potência fiscal da reforma