PBGás expande gás natural e registra crescimento de 260%

agosto 11, 2015
661 Visualizações

8 mil residências

A Companhia Paraibana de Gás (PBGás) chegou a marca de 9 mil unidades residenciais ligadas ao gás natural em João Pessoa e Campina Grande. O número de prédios com GN cresceu 260% no primeiro semestre deste ano em comparação ao mesmo período de 2014. Segundo dados da PBGás, foram 422 ligações de janeiro a julho de 2014 e 1.127 no mesmo intervalo em 2015.

São 245 edifícios nas duas cidades paraibanas ligados ao gás natural, servindo de combustível para o funcionamento de forno, fogão e para aquecimento de água nos chuveiros e piscinas. O GN vem conquistando cada vez mais consumidores pela sua praticidade, economia e segurança.

O presidente da PBGás, George Morais, destacou que a companhia está investindo mais de R$ 5,3 milhões na ampliação da rede de distribuição de gás natural em João Pessoa e R$ 7 milhões em Campina Grande, estando atenta ao crescimento e ao potencial dos mercados residencial e comercial.

De acordo com o diretor técnico da PBGás, Carlos Vasconcelos, o crescimento no ritmo das ligações se justifica pela ampliação da rede de distribuição do gás natural nas duas principais cidades do Estado e em razão da verticalização imobiliária. Vasconcelos destacou que a meta da companhia é chegar aos 10 mil clientes residencial e comercial até o fim do ano.

Em uma residência, o gás natural pode ser utilizado para funcionamento de fogões, fornos, aquecedores e ar-condicionado, aquecimento da água do chuveiro e da piscina com um consumo e custos menores, por exemplo, que a energia elétrica.

A arquiteta Ana Maria Kluppel, moradora do edifício Bethoveen, no Miramar, aprova a utilização do gás natural e destaca que a utilização pode ir além do forno e fogão. Ela defende uma conscientização para que as construtoras, ainda na fase de planejamento da obra, adaptem o projeto de tubulação para o aquecimento da água dos chuveiros e torneiras por meio do gás natural, gerando uma considerável economia de energia elétrica. “Essa é uma tendência que pode ser percebida pelos construtores de João Pessoa e Campina Grande de acordo com a expansão da rede de distribuição do gás natural”, observou.

Ampliação – Em João Pessoa, a rede de distribuição do gás natural contempla os bairros de Tambaú, Manaíra, Cabo Branco, Altiplano, Miramar, parte da Torre, parte do Jardim Oceania e Distrito Industrial. A rede está sendo ampliada nos bairros de Jardim Oceania contemplando as avenidas Fernando Luiz Henrique e Argemiro de Figueiredo e também Miramar e Manaíra, onde estão sendo inaugurados novos edifícios.  Em Campina Grande, a rede contempla o bairro do Catolé e, em breve, chegará ao Mirante.

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Prefeitura de Mamanguape procura médicos para atender em UBS’s
Notícias
0 shares7 views
Notícias
0 shares7 views

Prefeitura de Mamanguape procura médicos para atender em UBS’s

Jota Alves - fev 13, 2019

Os médicos que quiserem atuar nas UBS de Mamanguape, receberão pelo menos R$ 9.000,00 (nove mil reais) de salário, alimentação e transporte

Guarabira: caso da licitação suspeita repercute na Câmara e vereador exige explicações
Política
0 shares32 views
Política
0 shares32 views

Guarabira: caso da licitação suspeita repercute na Câmara e vereador exige explicações

Jota Alves - fev 12, 2019

O caso envolvendo empresas que participariam de licitação do segmento gráfico na prefeitura de Guarabira, que foi parar na delegacia,…

Criminosos agridem mototaxista belenense com coronhada na cabeça e roubam moto em rodovia do RN
Policial
0 shares44 views
Policial
0 shares44 views

Criminosos agridem mototaxista belenense com coronhada na cabeça e roubam moto em rodovia do RN

Jota Alves - fev 12, 2019

Em entrevista ao repórter Pedro Júnior, da Rádio Talismã FM 99.3, o trabalhador revela momentos terríveis que passou nas mãos de jovens armados

Leave a Comment

Your email address will not be published.