Polícia prende acusado de matar a esposa e quase atingir bebê na Paraíba

O acusado efetuou dois disparos que atingiram a cabeça da vítima

março 20, 2018
353 Visualizações

Policiais militares e civis realizaram uma operação e conseguiram prender um homem suspeito de atirar e matar a própria companheira. O caso aconteceu na madrugada do último sábado (17), na Zona Rural de Bom Sucesso, sertão paraibano.

O acusado efetuou dois disparos que atingiram a cabeça da vítima. De acordo com a polícia, a mulher estava com o bebê no colo e a criança, por pouco, não foi atingida. A vítima, inclusive, caiu por cima do recém-nascido depois de ser ferida.

Ela inicialmente foi socorrida para o Hospital Regional de Catolé do Rocha, mas foi transferida para o Hospital de Emergência e Trauma da cidade de Campina Grande. A mulher não resistiu aos ferimentos e morreu nesta segunda (19).

As informações dos setores de inteligência das polícias, levaram ao suspeito, que foi encontrado no Sítio Várzea dos Cavalos na cidade de Jericó/PB. O acusado foi conduzido para a delegacia de Polícia Civil de Catolé do Rocha.

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Homem atacado por onça-pintada é salvo por 5 cachorros
Notícias
0 shares57 views
Notícias
0 shares57 views

Homem atacado por onça-pintada é salvo por 5 cachorros

Jota Alves - jul 16, 2019

Conforme a ocorrência, o homem levou uma mordida e um tapa do animal na região das costas, o que causou várias lesões.

Ação policial prende grupo criminoso que toca o terror em Solânea e Araruna
Policial
0 shares23 views
Policial
0 shares23 views

Ação policial prende grupo criminoso que toca o terror em Solânea e Araruna

Jota Alves - jul 16, 2019

Com o grupo, também foi apreendida uma grande quantidade de maconha e crack, destinadas ao tráfico.

Moro chama novos vazamentos de ‘ridículos’ e desafia ‘The Intercept’
Política
0 shares47 views
Política
0 shares47 views

Moro chama novos vazamentos de ‘ridículos’ e desafia ‘The Intercept’

Jota Alves - jul 16, 2019

O ex-juiz ainda desafiou a equipe de reportagem, dizendo: “se houver algo autêntico, publiquem por gentileza”.