Polícia prende acusados de matar policial militar em Campina Grande‏

dezembro 15, 2013
227 Visualizações

IMG-20131214-WA0020

A Polícia Militar, através de uma ação conjunta entre policiais do 2º Batalhão e do Bope (Batalhão de Operações Especiais), prendeu os quatro acusados de matar a tiros, na noite da última quinta-feira (12), o soldado Janderson Pereira, de 28 anos, no bairro do Alto Branco, em Campina Grande. A quadrilha foi presa entre a noite da sexta-feira (13) e manhã deste sábado (14). Eles confessaram que praticaram o crime para tentar roubar a vítima.

Segundo o tenente Thiago Feitosa, do Bope, desde o momento em que aconteceu o crime os policiais foram colhendo informações até identificar um dos acusados, Cristiano de Souza Medeiros, de 23 anos, que morava próximo ao local onde o policial foi morto.

“Nós montamos um cerco na noite de ontem (sexta-feira) na rua da casa dele e conseguimos interceptá-lo quando ele chegava em casa. Na delegacia ele desconversou e disse que no momento do crime estava na casa de um amigo (Michael Ventura dos Santos, de 20 anos), que encontramos no bairro da Conceição e também levamos até a delegacia, onde os dois entraram em contradição, confessando em seguida a participação no crime, mas apontaram Felipe Ferreira Nogueira, de 23 anos, como autor dos disparos”, detalhou.

Os policiais continuaram as buscas pelo terceiro acusado e na madrugada deste sábado (14) conseguiram prendê-lo, também no bairro do Alto Branco. Felipe Ferreira já responde por tráfico de drogas e roubo e atualmente cumpria pena alternativa, prestando serviços na sede do 2º Batalhão, em Campina Grande.

IMG-20131214-WA0024

Na manhã deste sábado, o subcomandante do 2º BPM, Major Sinval Albuquerque, recebeu uma ligação informando que o quarto acusado, o mototaxista Josimar Barbosa Cruz, de 29 anos, estaria circulando pelo bairro onde aconteceu o crime e conseguiu prendê-lo, apresentando assim à Polícia Civil todos os envolvidos na morte do policial militar.

A quadrilha foi apresentada em uma coletiva de imprensa, na manhã deste sábado, que teve a participação do próprio secretário de Estado da Segurança e Defesa Social, Cláudio Lima, e do comandante geral da Polícia Militar, Coronel Euller Chaves, que acompanharam todo o trabalho para localizar os bandidos, destacado o empenho dos policiais para prender os quatro suspeitos.

A delegada Cassandra Duarte, que está apurando o caso, revelou como seria a participação de cada um dos presos no crime. “A princípio colhemos a informação de que o autor dos disparos foi Felipe Ferreira e o mototaxista deu fuga a ele, conforme relatos dos envolvidos. Os outros dois presos estavam presentes dando todo apoio contra uma possível reação de terceiros, já que eles pretendiam roubar a vítima que estava naquele momento em um bairro de pessoas consideradas de alto poder aquisitivo, ao lado de um carro bom e com objetos de valores, o que atraiu a atenção dos quatro suspeitos”, relatou.

O policial – O soldado José Janderson Pereira Bezerra ingressou na Polícia Militar em maio de 2007 e atualmente trabalhava no serviço de rondas policiais com apoio de motocicletas (Rotam), tendo o comportamento considerado ‘ótimo’, conforme informou o comandante do 2º Batalhão, tenente-coronel Souza Neto.

“É uma perda irreparável, um policial exemplar, mas nossa tropa cumpriu o dever de tirar de circulação todos os acusados para apresentá-los à Justiça para que ela também faça sua parte e não deixe que pessoas como essas voltem logo ao convívio da sociedade e façam novas vítimas”, desabafou Souza Neto, ao destacar a resposta rápida que a polícia deu à sociedade acerca do crime.

O soldado Janderson foi sepultado com honras militares, na tarde dessa sexta-feira (13), no Cemitério do Monte Santo, em Campina Grande.

Ascom

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Município de Mari, através do CRAS, realiza curso de confeccionador de bijuteria
Notícias
0 shares26 views
Notícias
0 shares26 views

Município de Mari, através do CRAS, realiza curso de confeccionador de bijuteria

Jota Alves - jul 26, 2017

O curso de confeccionador de bijuteria reforça o compromisso da Gestão Municipal em contribuir para a qualificação profissional

Pagamento do mês de julho dos servidores estaduais tem datas definidas
Notícias
0 shares330 views
Notícias
0 shares330 views

Pagamento do mês de julho dos servidores estaduais tem datas definidas

Jota Alves - jul 26, 2017

“Continuamos a pagar dentro do mês trabalhado desde o início”, destacou Ricardo na publicação

Prefeita de Serra da Raiz é condenada a 4 anos de prisão por crime de responsabilidade
Política
0 shares193 views
Política
0 shares193 views

Prefeita de Serra da Raiz é condenada a 4 anos de prisão por crime de responsabilidade

Jota Alves - jul 26, 2017

No mérito, o relator disse que a ré não comprovou, documentalmente, a sua inocência quanto à legalidade de pagamentos de despesas com dinheiro público no valor de R$ 43,7 mil

Leave a Comment

Your email address will not be published.