PRF localiza 3,5 toneladas de combustível roubado do Porto de Cabedelo e prende homem

Segundo informações da PRF, foram apreendidos sete carros que transportavam o combustível

maio 18, 2019
57 Visualizações

Um homem foi preso na noite desta sexta-feira (17) na Região Metropolitana de João Pessoa suspeito de roubar 3,5 toneladas de combustíveis. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o combustível teria sido extraído do Porto de Cabedelo.

Segundo informações da PRF, foram apreendidos sete carros que transportavam o combustível. Somente um dos carros levava 500 litros de combustível.

Somente um homem foi preso até o momento. Foi constatada a participação de outros acusados, mas estes conseguiram fugir durante a abordagem policial. Foram feitas buscas pelo local, mas a PRF não obteve sucesso em capturar os demais envolvidos no crime.

O homem preso e o material apreendido foram conduzidos até a Central de Polícia Civil, no bairro do Geisel, em João Pessoa.

Fonte: Portal do Litoral

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Mamanguape se prepara para receber lançamento da campanha “Não é não, também no São João”
Notícias
0 shares7 views
Notícias
0 shares7 views

Mamanguape se prepara para receber lançamento da campanha “Não é não, também no São João”

Jota Alves - jun 11, 2019

A cerimônia de lançamento será realizada na próxima sexta-feira (14), a partir das 19h00, no auditório do Centro Cultural Fênix

Câmara de Guarabira divulga produção legislativa do primeiro semestre de 2019
Política
0 shares14 views
Política
0 shares14 views

Câmara de Guarabira divulga produção legislativa do primeiro semestre de 2019

Jota Alves - jun 11, 2019

O relatório ainda mostra os vereadores que mais usaram a tribuna no decorrer do semestre e a frequência dos parlamentares nas sessões

STF aceita denúncia contra Aguinaldo Ribeiro e outros três parlamentares do PP
Política
0 shares14 views
Política
0 shares14 views

STF aceita denúncia contra Aguinaldo Ribeiro e outros três parlamentares do PP

Jota Alves - jun 11, 2019

Essa foi a primeira denúncia no STF que apontou integrantes de um partido político como participantes de uma organização criminosa para desviar dinheiro da Petrobras