Secretário de Educação de Guarabira nega existência de mutirão para limpar mato em escola

De acordo com o professor Raimundo, o mato que existia na escola foi limpo por um trabalhador contratado

março 12, 2018
288 Visualizações

A reportagem do Portal25horas divulgou informação que dava conta da realização de um mutirão, organizado por alunos de uma escola municipal no distrito do Pirpiri, com objetivo de limpar o mato existente no entorno da unidade escolar.

No final de semana, a editoria do portal foi contatada pelo secretário de Educação de Guarabira, Raimundo Macedo, negando que a escola estivesse abandona e tomada pelo mato e assegurando que em nenhum momento houve mutirão.

“Eu fiquei surpreso ao acessar o portal e ler a matéria tratando de mutirão de alunos para limpar o mato da escola. Isso nunca ocorreu. O que existe é um projeto de reutilização de pneus usados e garrafas pet, que alguns alunos participam, dentro de programa desenvolvido pela ONU, chamado de 17 Objetivos para Transformar Nosso Mundo. Eles estavam ali justamente para isso”, disse.

De acordo com o professor Raimundo, o mato que existia na escola foi limpo por um trabalhador contratado especificamente para atuar nessa área em algumas escolas da zona rural.

“A Secretaria contratou um trabalhador para limpar, não apenas a escola do Pirpiri, mas também de outras três escolas da zona rural, que estavam com mato e precisava ser feita a capinagem. Pelo serviço nas escolas, o cidadão recebeu R$ 800 e a gente tem como provar isso”, garantiu o secretário.

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Caminhão tomba em rodovia entre Pirpirituba e Belém e motorista fica ferido
Policial
0 shares283 views
Policial
0 shares283 views

Caminhão tomba em rodovia entre Pirpirituba e Belém e motorista fica ferido

Jota Alves - jun 23, 2018

O motorista sofreu apenas alguns ferimentos e foi socorrido ao Hospital Regional de Guarabira

Vaticano condena a cinco anos de prisão sacerdote acusado de pedofilia
Notícias
0 shares34 views
Notícias
0 shares34 views

Vaticano condena a cinco anos de prisão sacerdote acusado de pedofilia

Jota Alves - jun 23, 2018

A Promotoria do Vaticano argumentou que Capella deveria ser condenado porque possuía grande quantidade de fotos e vídeos com menores em atos sexuais explícitos

Justiça homologa delação premiada de ex-ministro Antônio Palocci
Política
0 shares24 views
Política
0 shares24 views

Justiça homologa delação premiada de ex-ministro Antônio Palocci

Jota Alves - jun 23, 2018

O ex-ministro fechou os termos da delação com delegados responsáveis pelas investigações da Lava Jato