Tribunal de Contas da Paraíba emite alerta à prefeitura de Curral de Cima

O órgão chama atenção do prefeito Antônio (Totó) Ribeiro para que adote medidas de prevenção ou correção de investimentos indevidos

julho 22, 2018
188 Visualizações

O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, emitiu alerta publicado no Diário Oficial da União nesta sexta-feira (20) em que cobra da Prefeitura Municipal de Curral de Cima, a diminuição de gastos com intuito de prevenir fatos que comprometam resultados na gestão orçamentária, financeira e patrimonial da cidade.

O órgão chama atenção do prefeito Antônio Ribeiro Sobrinho para que adote medidas de prevenção ou correção de investimentos indevidos, que foram registrados em sua gestão.

Como relatado no texto do próprio relatório do TCE-PB em que registra, no período de janeiro a abril de 2018: a ocorrência de déficit financeiro e déficit de execução orçamentária com ausência de amortização de dívidas existentes e de informação do número da licitação nas notas de empenho de valores não cadastrados na plataforma Sagres, a gestão está proibida de realizar despesas em favor do escritório de advocacia contratado mediante inexistência de licitação com o propósito de recuperação de créditos do FUNDEB.

A gestão também não deve realizar contratações, já que descumpriu o limite dos gastos com a folha de pessoal do Município, que se encontra acima de 60%.

 

 

Comente esta matéria

Você também pode gostar

‘Dá saudade todo dia’, diz Lucas Veloso após três anos da morte do humorista Shaolin
Notícias
0 shares22 views
Notícias
0 shares22 views

‘Dá saudade todo dia’, diz Lucas Veloso após três anos da morte do humorista Shaolin

Jota Alves - jan 14, 2019

O acidente com Shaolin aconteceu em Campina Grande, no dia 18 de janeiro de 2011

Nesta terça, Bolsonaro assina decreto que flexibiliza posse de armas de fogo
Política
0 shares15 views
Política
0 shares15 views

Nesta terça, Bolsonaro assina decreto que flexibiliza posse de armas de fogo

Jota Alves - jan 14, 2019

O porte de arma de fogo, ou seja, o direito de andar com a arma na rua ou no carro não será incluído no texto

MP pede mais de 1.500 anos de prisão para Berg Lima, prefeito de Bayeux
Notícias
0 shares16 views
Notícias
0 shares16 views

MP pede mais de 1.500 anos de prisão para Berg Lima, prefeito de Bayeux

Jota Alves - jan 14, 2019

Para o procurador, cada salário pago aos ‘fantasmas’ é um crime diferente, e por conta disso, ele pede à Justiça que Berg Lima seja denunciado 128 vezes no crime