Tuberculose ainda mata 1,4 milhão de pessoas por ano no mundo

março 24, 2013
946 Visualizações

A mortalidade por tuberculose caiu mais de 40% em todo o mundo desde 1990, e a incidência vem diminuindo. Mas ainda existem muitos desafios a serem vencidos. Só em 2011, estima-se que 1,4 milhão de pessoas tenham morrido por causa da doença no mundo.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) chamou a atenção para o problema neste domingo (24), Dia Mundial de Combate à Tuberculose.

 Comunidades pobres e grupos vulneráveis são os mais afetados pela tuberculose – a OMS declara que 95% das mortes ocorrem em países de baixa e média rendas. Mas, por se tratar de uma doença transmitida pelo ar, o risco é para todos.

Outro desafio importante destacado pela OMS é o lento progresso no combate à tuberculose resistente a medicamentos.

A diretora-geral da organização, Margaret Chan disse que aproximadamente 4% das pessoas com a doença mostraram resistência aos remédios.

A tuberculose é uma doença infecciosa causada pelo Mycobacterium tuberculosis ou bacilo de Koch em homenagem ao seu descobridor, o bacteriologista alemão Robert Koch, em 1882. Outras espécies de micobactérias, como as Mycobacterium bovis, M. africanum e M. microti também podem causar esta doença que afeta, principalmente, os pulmões. Rins, órgãos genitais, intestino delgado, ossos, etc., também podem ser comprometidos.

A transmissão é direta: ocorre de pessoa para pessoa via gotículas de saliva contendo o agente infeccioso, sendo maior o risco de transmissão durante contatos prolongados em ambientes fechados e com pouca ventilação.

A resposta imunológica é capaz de impedir o desenvolvimento da doença e, por tal motivo, pessoas com sistema imune menos resistente ou comprometido estão mais propensas a adquirir esta doença, de evolução geralmente lenta.

Após a transmissão do bacilo, ocorrerá uma destas situações: o sistema imunológico do indivíduo pode eliminá-lo; a bactéria pode se desenvolver, mas sem causar a doença; a tuberculose se desenvolve (tuberculose primária) ou pode haver a ativação da doença vários anos depois (tuberculose pós-primária).

Alguns pacientes podem não apresentar os sintomas ou estes podem ser ignorados por serem parecidos com os de uma gripe. Tosse seca e contínua se apresentando posteriormente com secreção e com duração de mais de quatro semanas, sudorese noturna, cansaço excessivo, palidez, falta de apetite e rouquidão são os sintomas da doença. Dificuldade na respiração, eliminação de sangue e acúmulo de pus na pleura pulmonar são característicos em casos mais graves.

O diagnóstico é feito via análise dos sintomas e radiografia do tórax. Exames laboratoriais das secreções pulmonares e escarro do indivíduo são procedimentos confirmatórios.

O tratamento é feito à base de antibióticos, com duração de aproximadamente seis meses. É imprescindível que este não seja interrompido – fato que pode ocorrer, principalmente, devido aos efeitos colaterais, tais como enjoos, vômitos, indisposição e mal-estar geral. As medicações são distribuídas gratuitamente pelo sistema de saúde, através de seus postos municipais de atendimento.

A vacina BCG é utilizada na prevenção da tuberculose e deve ser administrada em todos os recém-nascidos. Melhoras nas condições de vida da população, além de tratamento e orientação aos enfermos são formas de evitar sua contaminação em maior escala.

Brasil Escola

Comente esta matéria

Você também pode gostar

MEC quer aperfeiçoar processo de revalidação do diploma de medicina
Notícias
0 shares11 views
Notícias
0 shares11 views

MEC quer aperfeiçoar processo de revalidação do diploma de medicina

Jota Alves - maio 16, 2019

Os integrantes do grupo de trabalho terão um prazo de 60 dias, a contar partir da publicação da portaria

Paciente que fez autotransplante de medula recebe alta médica e inicia nova etapa no tratamento
Notícias
0 shares28 views
Notícias
0 shares28 views

Paciente que fez autotransplante de medula recebe alta médica e inicia nova etapa no tratamento

Jota Alves - maio 16, 2019

A medula de Antônio pegou e o procedimento foi considerado um sucesso, sendo necessário agora cumprir todas as etapas estabelecidas do tratamento

Atos contra corte de verbas da Educação são realizados em várias cidades do país
Política
0 shares23 views
Política
0 shares23 views

Atos contra corte de verbas da Educação são realizados em várias cidades do país

Jota Alves - maio 15, 2019

A manifestação interrompeu o trânsito no centro da Capital paraibana, onde as pessoas se concentraram para gritar palavras de ordem contra o governo

Leave a Comment

Your email address will not be published.