Vereador do PMDB, Malaguty nega invasão a terreno da Cehap e ataca Girassóis

agosto 12, 2015
352 Visualizações

IMG-20150807-WA0127

O vereador guarabirense Armando Malaguty, do PMDB, foi entrevistado no radiofônico Giro de Notícias, da Rádio Rural de Guarabira nesta terça-feira (11) e falou sobre uma possível invasão patrocinada por ele em terreno pertencente à Companhia Estadual de Habitação Popular da Paraíba, localizado às margens da PB -073, na saída para Mari.

De acordo com o parlamentar, não houve invasão nenhuma porque a área que está sendo construída estava antes erguido o prédio do Marinas Restaurantes e o muro foi demolido pela Prefeitura de Guarabira.

“Eu não invadi terreno da Cehap e vou provar isso na Justiça apresentando documentos que comprovam isso. O local onde estou fazendo um galpão antes estava construído o Marinas e o prefeito de Guarabira derrubou o muro. Então, não existe essa história de invasão. Pode procurar o cartório que qualquer um vai constatar”, assegurou Malaguty.

A pesar de afirmar que a área lhe pertence, o vereador não apresentou a escritura pública, documento comprobatório da posse de terras. Até o presente momento só existe um alvará de construção datado do final de 2012, assinado pelo estão secretário Manoel Clementino, autorizando construir em terreno pertencente à Cehap.

Ainda durante a entrevista, Armando revelou ter apresentado um projeto de lei para ser apreciado pela Câmara de Vereadores, que versa sobre a proibição do poder público demolir quaisquer que sejam os prédios que estejam erguidos em terreno pertencente ao Estado ou Prefeitura, localizados às margens das rodovias em perímetro urbano.

Perguntado se a iniciativa não seria legislar em causa própria, o parlamentou negou que esteja se utilizando da prática e argumentou ser contra a demolição de prédios onde foram investidos valores de muitas pessoas e onde muitos já residem ou mantém estabelecimentos comerciais.

 

ATAQUE AOS GIRASSÓIS

Malaguty partiu para o ataque contra os integrantes do Grupo Girassóis de Guarabira e elegeu como alvo o presidente do PSB do município, Célio Alves. Utilizando uma expressão pejorativa ao se referir ao dirigente partidário como “Célio de Mari”, o vereador considera que o dirigente partidário desagrega ao não ter lhe concedido uma audiência para discutir os problemas de Guarabira e negou que seu interesse na audiência fosse para pleitos ligados a cargos na gestão socialista.

Vários ouvintes do programa participaram e condenaram o tom pejorativo e preconceituoso com que Malaguty se referiu a Célio. O ator, escultor e teatrólogo Benjamim Carlos lamentou que o vereador não tivesse respeito pelas pessoas da cidade de Mari que fizeram e fazem bem a Guarabira, sobretudo nos meios de comunicação. Benjamin chegou a defender que Célio seja candidato a prefeito pelo bloco dos Girassóis e elencou qualidades como poder de articulação, capacidade de defender os interesses da cidade e citou a necessidade do fim da gangorra Paulino/Toscano que já dura 40 anos.

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Projeto da deputada Edna Henrique garante doação de arma para policiais e agentes aposentados
Política
0 shares14 views
Política
0 shares14 views

Projeto da deputada Edna Henrique garante doação de arma para policiais e agentes aposentados

Jota Alves - abr 23, 2019

Como justificativa para o projeto, a deputada e delegada de carreira, Edna Henrique, chama a atenção para o risco constante da atividade policial

Polícia prende dupla que furtava argolas de túmulos em cemitério de Belém
Policial
0 shares53 views
Policial
0 shares53 views

Polícia prende dupla que furtava argolas de túmulos em cemitério de Belém

Jota Alves - abr 22, 2019

As pessoas que receptaram os objetos do furto também serão chamadas à delegacia para prestar esclarecimentos

Câmara de Guarabira vai discutir situação de animais soltos nas ruas
Notícias
0 shares17 views
Notícias
0 shares17 views

Câmara de Guarabira vai discutir situação de animais soltos nas ruas

Jota Alves - abr 22, 2019

Júnior lembra que em Guarabira existe a ONG Opan, que cuida dos animais, que a partir de sua iniciativa foi tornada de utilidade pública

Leave a Comment

Your email address will not be published.