Zenóbio tem veto derrubado pela Câmara com apoio de vereadores da base governista

Apenas três vereadores da base governista votaram a favor do veto do prefeito Zenóbio

dezembro 4, 2018
446 Visualizações

Com votos de todos os vereadores de oposição e o reforço de um voto de parlamentar governista e abstenção de três, na tarde desta terça-feira (4), a Câmara de Guarabira derrubou veto do prefeito Zenóbio Toscano (PSDB), a projeto que reduz valor pago a três servidores comissionados que integram a Junta de Recursos de Infração de Trânsito.

O projeto, de autoria de vereador Zé Ismai, estabelece a redução dos atuais 80% do salário mínimo (o que equivale a R$ 763 por reunião) para 20% a remuneração da Junta, que se reúne três vezes por mês, em reuniões que duram em média duas horas.

Zenóbio vetou o projeto alegando inconstitucionalidade, mas na sessão, o veto foi derrubado, impondo derrota ao prefeito, e a redução da remuneração fica valendo a partir da publicação no Diário Oficial.

Votaram pela derrubada do veto

– Zé Ismai

– Renato Meireles

– Marcelo Bandeira

– Michele Paulino

– Wilson Filho

– Michel do Empenho

– Saulo de Biu

– Tiago do Mutirão

Votaram pela manutenção do veto

– Renato Toscano

– Elias Filho

– Leonardo Macena

Se abstiveram de votar

– Jáder Filho

– Marcos de Enoque

– Luciano do Bolo

Apenas três vereadores da base governista votaram a favor do veto do prefeito Zenóbio. Três deles se abstiveram, e um, Tiago do Mutirão, do PSDB, votou com a oposição.

Vereador situacionista, Elias Filho disse que confia na assessoria jurídica da Prefeitura e confia que o prefeito não vetaria o projeto se não estivesse se contrapondo ao ordenamento jurídico vigente, e que por essa razão votou pela manutenção do veto de ZT.

Integrante da bancada Girassol, Renato Meireles usou seu perfil em rede social para comemorar a derrubada do veto e disse que o trio que integra a Junta já recebeu até agora R$ 43 mil.

“Acabamos de derrubar, por maioria na Câmara, o veto do prefeito a um projeto de lei que reduz a gratificação dos comissionados que fazem parte da Comissão Julgadora do STTrans de Guarabira. Juntos essas pessoas já receberam até o mês de setembro 43 mil reais.  O momento é de ir contra privilégios e fiscalizar os gastos públicos. Dissemos NÃO as reuniões de OURO da STTRANS!”, comemorou o vereador Renato Meireles, numa rede social.

Comente esta matéria

Você também pode gostar

STJ manda instaurar inquérito para apurar envolvimento de Fernando Catão na Operação Cheque-Mate
Notícias
0 shares70 views
Notícias
0 shares70 views

STJ manda instaurar inquérito para apurar envolvimento de Fernando Catão na Operação Cheque-Mate

Jota Alves - dez 15, 2018

Os autos subiram para o STJ após ter aparecido o nome do conselheiro Fernando Catão nas investigações

Atleta de Guarabira vai distribuir 6 toneladas de alimentos a famílias carentes
Notícias
0 shares2032 views
Notícias
0 shares2032 views

Atleta de Guarabira vai distribuir 6 toneladas de alimentos a famílias carentes

Jota Alves - dez 15, 2018

500 famílias que vivem abaixo da linha da pobreza serão beneficiadas com 6 toneladas de alimentos, garantindo a ceia natalina

Procissão dos Navegantes acontece neste domingo na Barra de Mamanguape
Notícias
0 shares77 views
Notícias
0 shares77 views

Procissão dos Navegantes acontece neste domingo na Barra de Mamanguape

Jota Alves - dez 15, 2018

De acordo com informações das Secretarias de Turismo de Rio Tinto, cerca de 10 mil pessoas devem prestigiar a Festa de Nossa Senhora dos Navegantes