Advogado tenta suicídio após ter nome envolvido na Operação Calvário

Advogado e assessor do Tribunal de Contas da Paraíba, Diogo Mariz tentou suicídio, segundo informações do repórter Emerson Machado da rádio Correio na noite de ontem, segunda-feira (13).

Emerson revelou que a lesão foi causada por corda e o atendimento do Samu teria evitado a morte do advogado, que está internado num hospital particular de João Pessoa.

Diogo foi gravado e delatado pelo empresário Daniel Gomes, da Cruz Vermelha, ao Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado do Ministério Público do Estado da Paraíba.

Daniel Gomes revelou negociatas entre o ex-procurador do estado, Gilberto Carneiro, com um assessor do Tribunal de Contas identificado como Diogo Mariz, oportunidade em que combinaram a compra de votos no Tribunal e o pagamento de propinas a conselheiros do TCE.

Diogo Mariz é advogado e filho do ex-conselheiro do TCE, Zé Mariz, e sobrinho do ex-governador Antônio Mariz, homem de confiança do conselheiro do TCE Artur Cunha Lima. Os conselheiros Nominando Diniz e Artur Cunha Lima foram afastados de suas funções pelo Superior Tribunal de Justiça.

Do Blog do Ninja