No rádio: Teotônio se solidariza com famílias vítimas da Covid-19 e lamenta falta de planejamento da gestão

Pré-candidato a prefeito de Guarabira pelo PDT, Teotônio Assunção participou do programa ‘A Hora da Mudança’ desta quarta-feira (20), na Rádio Cultura FM, e tratou da crise provocada pela pandemia do novo coronavírus, lamentou o aumento dos casos na cidade e ficou solidário às famílias que perderam seus entes queridos.

“Todos nós estamos assustados com o que estamos passando. Não gostaríamos de estar vendo o que está ocorrendo no mundo inteiro, na Paraíba e em Guarabira, que já tivemos os primeiros óbitos. Eu telefonei para algumas famílias, mantive contatos pela internet e lamento bastante a situação”, falou.

Teotônio apontou em sua fala que as medidas adotadas, cobradas pelo pré-candidatos em oportunidades em que fala da questão, foram tardias, mesmo havendo recursos financeiros disponíveis para combater os efeitos da pandemia.

“Infelizmente na nossa cidade as atitudes, o plano de gerenciamento, as ações do município quando não existem ou quando passaram a existir demoraram demais. Temos cobrando nesse programa e nas nossas lives o por quê Guarabira demorou tanto tempo para entender que tem de colocar barreiras sanitárias, e falta de recursos não é. Basta acessar o sagres para verificar isso”, pontuou.

Para Teotônio o que faltou foi a elaboração de um plano de gestão, faltou reunir equipes técnicas adequadas para evitar o agravamento da crise sanitária que abateu-se sobre Guarabira.

“Faltou à prefeitura de Guarabira ter um planejamento, equipe técnica preparada, se preocupar com o problema, porque num primeiro momento a prefeitura não reuniu quem deveria reunir e infelizmente não foram tomadas medidas necessárias. Não há um plano de gestão elaborado para enfrentar essa crise. Não é que acabaria o problema, mas você diminuiria”, argumentou Teotônio.

O pré-candidato ainda repercutiu declaração dada pelo secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, na sessão ordinária da Câmara Municipal, dando conta que até o presente momento não há nenhuma solicitação da prefeitura de Guarabira para discutir com a SES a melhor forma de lidar com a pandemia.

Da Assessoria