Debate entre candidatos a prefeito na Paraíba termina no pau

setembro 17, 2016
428 Visualizações

briga

Um debate entre os candidatos que disputam a prefeitura de Cruz do Espírito Santo, na Zona da Mata paraibana, acabou em confusão, nesta sexta-feira (16). Marlyson Costa (PMDB), Marcos Trajano (PT) e Pedrito (PSD) participaram da sabatina que aconteceu no Centro Rural de Formação.

Quando o peemedebista fazia uso da palavra ao microfone chegou a discutir com os presentes e, segundo testemunhas, o teria  chamados de  “covardes” e partido para agressões  contra correligionários do prefeito Pedrito. Ele precisou contido por  coordenadores de sua campanha, como mostra vídeo gravado no local.

Temeroso, o  prefeito e candidato à reeleição Pedrito saiu  escoltado. O caso terminou na Delegacia de Polícia da cidade onde foram registrados vários Boletins de Ocorrência por parte das pessoas que foram atingidas pelas agressões físicas e verbais do candidato do PMDB. As vítimas garantem que irão levar o caso  à Justiça.

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Bebê que teve pés queimados durante banho em hospital de Itabaiana recebe alta médica
Notícias
0 shares4 views
Notícias
0 shares4 views

Bebê que teve pés queimados durante banho em hospital de Itabaiana recebe alta médica

Jota Alves - abr 24, 2019

O Hospital Regional de Itabaiana afastou, na terça-feira (16), a técnica de enfermagem apontada como responsável pelas queimaduras nos pés de um bebê durante um banho

Aesa divulga previsão de chuvas para o próximo trimestre
Notícias
0 shares13 views
Notícias
0 shares13 views

Aesa divulga previsão de chuvas para o próximo trimestre

Jota Alves - abr 24, 2019

No Brejo são esperados 600 milímetros e no Litoral, 900. Já no Cariri a expectativa é de cerca de 240 milímetros, 310 no Sertão e 300 no Alto Sertão.

OAB aciona o STF contra redução no horário de expediente do Judiciário paraibano
Notícias
0 shares8 views
Notícias
0 shares8 views

OAB aciona o STF contra redução no horário de expediente do Judiciário paraibano

Jota Alves - abr 24, 2019

Na petição, com pedido de liminar, a OAB solicita o retorno do funcionamento das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira

Leave a Comment

Your email address will not be published.