No carro do blogueiro Dércio Alcântara, fiscais do TRE apreendem material difamatório contra Ricardo

outubro 22, 2014
673 Visualizações

Apreensão fiscais do TRE_1

Fiscais da Justiça Eleitoral cumpriram na manhã desta quarta-feira (22) um mandado de busca e apreensão no estacionamento do Posto Quality, na Avenida Beira Rio, em João Pessoa, para recolher material considerado difamatório contra o governador e candidato à reeleição Ricardo Coutinho (PSB). Os exemplares são do Jornal dos Municípios e estavam em um veículo pertencente ao blogueiro Dércio Alcântara.

“O Jornal dos Municípios teve sua distribuição proibida por decisão do juiz Tércio Chaves de Moura, corregedor do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB). Recebemos uma denúncia de que o material estaria com um cidadão e acabou se confirmando que os jornais estavam no carro dele”, disse o juiz coordenador Ricardo da Costa Freitas, coordenador da propaganda eleitoral em João Pessoa,

Na decisão de Tércio Chaves, referente ao início do mês de outubro, a Polícia Federal foi acionada para dar cumprimento ao mandado de busca e apreensão na WG Editora e Publicidade, de propriedade de Wanderly Farias, visando recolher “todo e qualquer exemplar do periódico denominado Jornal dos Municípios”.

A decisão do corregedor do TRE foi tomada após ação cautelar inominada com pedido de liminar impetrada pela assessoria jurídica da coligação ‘A Força do Trabalho’, por entender que o material produzido pela WG Editora e Publicidade contém matérias que difamam a honra, imagem e reputação do governador Ricardo Coutinho.

“Como se observa, quase a metade de todo o jornal, que contém 12 páginas, foi destinado a fazer propaganda negativa do candidato Ricardo Coutinho… Evidencia-se a prática de abuso de poder econômico e uso indevido de meio de comunicação – o Jornal dos Municípios – práticas que não apenas comprometem a almejada igualdade entre os concorrentes, assim como a normalidade e a legitimidade do pleito de 05 de outubro de 2014”, diz o juiz em seu despacho.

Além de determinar a imediata circulação do jornal, o corregedor do TRE ainda fixou uma multa diária no valor de R$ 100 mil à WG Editora e Publicidade em caso de descumprimento de sua decisão. “Considero (o valor da multa) suficiente para inibir a conduta ilícita e preservar os princípios defendidos pela legislação eleitoral, que pode ser majorada em caso de recalcitrância no cumprimento da liminar”, conclui o magistrado.

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Veneziano critica PPP aprovada pela base de Romero Rodrigues que pretende privatizar a Cagepa
Política
0 shares10 views
Política
0 shares10 views

Veneziano critica PPP aprovada pela base de Romero Rodrigues que pretende privatizar a Cagepa

Jota Alves - fev 14, 2019

Veneziano lembrou que Campina, nos anos 2000, perdeu a sua Companhia de Eletricidade, a Celb, num processo de venda em que ainda hoje a prefeitura é cobrada

Secretário de Comunicação de Araçagi esclarece sobre tombo em estúdio de rádio
Notícias
0 shares63 views
Notícias
0 shares63 views

Secretário de Comunicação de Araçagi esclarece sobre tombo em estúdio de rádio

Jota Alves - fev 14, 2019

O vídeo do momento do tombo está sendo compartilhado nas redes sociais e Feliciano fez o esclarecimento.

Policial militar é morto durante troca de tiros com policiais civis em bar de João Pessoa
Policial
0 shares33 views
Policial
0 shares33 views

Policial militar é morto durante troca de tiros com policiais civis em bar de João Pessoa

Jota Alves - fev 14, 2019

Davi Cristiano das Neves Pereira, de 34 anos, do 5º Batalhão da Polícia Militar, respondia a processo disciplinar por dois crimes ocorridos em 2014 e 2015

Leave a Comment

Your email address will not be published.