Policiais do RJ suspeitos de atuarem em milícia são presos na PB

abril 8, 2013
457 Visualizações
O cabo da polícia militar do Rio de Janeiro, Flávio Teixeira Almeida, de 37 anos, o soldado Leandro Adolpho de Melo, de 28 anos, e o policial federal aposentado Cláudio Octaviano Guerra, de 44 anos, foram presos nesse domingo (7), no bairro de Camalaú, em Cabedelo, suspeitos de participarem de uma milícia privada que atua no Estado carioca. Eles foram conduzidos até a delegacia após policiais militares da 3ª Companhia do 1º Batalhão serem acionados pela suposta vítima, que percebeu a presença dos três em frente à sua casa.
De acordo com o coordenador do policiamento da 3ª CIA do 1º BPM, aspirante Raphael Felinto, os três estavam armados com duas pistolas 380 e uma calibre 9 milímetros. A pistola encontrada com o soldado estava sem numeração e a do cabo pertencia à polícia carioca, mas ele não possuía autorização para viajar com ela. Os policiais e a vítima foram conduzidos até a 7ª Delegacia Distrital, em Cabedelo.
“A vítima nos relatou que tinha vindo morar na Paraíba após ter um problema por causa de um dinheiro com um bicheiro do Rio de Janeiro e que esses policiais estariam desde o sábado à procura dele aqui na cidade de Cabedelo. Já os policiais disseram que vieram prestar uma assessoria jurídica ao rapaz. Levamos todos até a delegacia e os apresentamos à autoridade policial para esclarecer os fatos”, detalhou o aspirante.
Na delegacia, os três policiais foram ouvidos e autuados por formação de quadrilha e milícia privada, além de porte ilegal de arma – no caso dos dois militares da PMRJ. O policial federal foi recolhido para a Central de Polícia, o soldado para 3ª CIA e o Cabo para o 5º BPM. A Polícia Civil da Paraíba vai investigar o caso
Relato – A suposta vítima informou que trabalhava como assistente pessoal de um contraventor na cidade de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, e foi acusada de ter desviado dele R$ 100 mil. Após isso, ele fugiu para o Estado de Pernambuco e há quatro anos veio morar na Paraíba. Na noite do sábado, ele foi informado por um colega de trabalho de que três homens foram à procura dele no supermercado em que trabalhava. Durante a manhã desse domingo, ele foi surpreendido com os policiais tentando abrir a porta de sua residência e chamou a PM.

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Ciro: ‘PT agride Tabata, mas seus governadores apoiaram reforma’
Política
0 shares46 views
Política
0 shares46 views

Ciro: ‘PT agride Tabata, mas seus governadores apoiaram reforma’

Jota Alves - jul 17, 2019

Ele citou como exemplo a bancada baiana, em que 25 dos 39 deputados federais votaram a favor da reforma, sendo 15 deles aliados do governador Rui Costa (PT)

Imobiliária que não entregou imóvel dentro do prazo é condenada a pagar indenização
Notícias
0 shares37 views
Notícias
0 shares37 views

Imobiliária que não entregou imóvel dentro do prazo é condenada a pagar indenização

Jota Alves - jul 17, 2019

Em sua defesa, a imobiliária alegou que o atraso na entrega do imóvel decorreu do inadimplemento de grande parte dos adquirentes dos demais lotes

Em Alagoinha, mecânico faz aposta para atravessar açude e morre afogado
Policial
0 shares381 views
Policial
0 shares381 views

Em Alagoinha, mecânico faz aposta para atravessar açude e morre afogado

Jota Alves - jul 17, 2019

Em entrevista à imprensa local, a esposa da vítima, a senhora Maria das Vitórias, disse que aconselhou o marido para que não fosse ao açude

Leave a Comment