Administração Penitenciária adquire 200 novos detectores de metais portáteis

seap agentes penitenciarios recebem novos detectores de metais foto vanivaldo ferreira (4)

Novos equipamentos eletrônicos passam a auxiliar o trabalho dos agentes penitenciários da Paraíba. Trata-se da aquisição de 200 detectores de metais manuais pela Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), no valor de R$ 43 mil. Os equipamentos serão utilizados no exame de pessoas, pacotes, cartas, mercadorias estoque, trânsito, bolsas, pastas, bolos, tortas ou pães, contendo armas ou objetos cortantes.

O secretário de Administração Penitenciária, Wallber Virgolino, ressaltou que mais uma vez, a Secretaria cumpre o seu papel de realizar a melhoria qualitativa e permanente do sistema prisional paraibano. “A aquisição destes equipamentos, que entram em funcionamento a partir de agora, faz parte de uma política de estruturação constante, na busca pela diminuição contínua da entrada de objetos ilícitos dentro das unidades prisionais”, ressaltou.

Wallber Virgolino destacou ainda que este é mais um passo importante para o melhoramento do monitoramento da entrada de pessoas nos presídios com materiais proibidos, “minimizando constrangimentos durante as revistas íntimas, em consonância com os direitos humanos e, ao mesmo tempo, atuando no combate ao crime organizado dentro e fora dos presídios. Desta forma, a Paraíba dá um salto ainda maior na utilização das novas tecnologias”.

seap agentes penitenciarios recebem novos detectores de metais foto vanivaldo ferreira (10)

Características – Os detectores PHD com sensor retangular, que vão aparelhar as unidades prisionais paraibanas, desenvolvem alta performance e foram especialmente projetados para o exame de pessoas, pacotes, cartas, mercadorias estoque, trânsito, bolsas, pastas, bolos, tortas ou pães, contendo armas ou objetos cortantes.

Os equipamentos eletrônicos têm molde robusto e absorção de alto impacto; indicador de detecção luminoso, sonoro ou vibratório; led bicolor nas cores verde, para operação e vermelho, para detecção; balão seletor sonoro e chave seletora para ajuste externo para alta e baixa sensibilidade digital, além de detectar materiais ferrosos e não ferrosos, além do baixo consumo de energia durante o carregamento.