Em nota, Prefeitura de Serra da Raiz nega descarte irregular de lixo hospitalar

Adailma Fernandes é prefeita de Serra da Raiz

A editoria do Portal25horas foi acionada pela assessoria da prefeita de Serra da Raiz, Adailma Fernandes, se posicionando sobre matéria veiculada no portal dando conta o descarte irregular de lixo hospitalar naquele município. Em nota, a gestão diz ser “criminosa a afirmação” e garante que a coleta é feita de maneira regular e que uma empresa contratada é a responsável para fazer o recolhimento e destinação desse material.

Afirma ainda que está apurando se o lixo hospitalar foi colocado intencionalmente em meio aos resíduos comuns e promete acionar na Justiça quem supostamente tenha feito isso.

Nota à Imprensa

A Prefeitura Municipal de Serra da Raiz vem a público esclarecer e repudiar de forma contundente uma falsa informação sobre o descarte irregular de lixo hospitalar bem como deixar as claras a utilização de um caminhão caçamba na coleta de lixo.

1- O município tem contrato de locação com um caminhão para o recolhimento do lixo na cidade, devido o mesmo ter passado por problemas mecânicos foi utilizado um caminhão próprio da prefeitura para fazer o recolhimento, entendendo que a população não pode ser penalizada com o acumulo de lixo nas ruas da cidade e tão logo o locado volte a operar ele estará novamente a disposição para o recolhimento.

2- É CRIMINOSA a afirmação que a gestão realiza de forma irregular a coleta do lixo hospitalar, bem como a que mistura a outros resíduos. O município tem um contrato com empresa especializada na coleta e em nenhum momento a mesma deixou de fazer o recolhimento correto do material que inclusive fica guardado em um tambor até a mesma coletar. O setor jurídico da gestão municipal foi acionado para apurar se o material que supostamente aparece em meio ao lixo comum foi colocado de forma intencional e tomará as medidas administrativas e criminais cabíveis ao que considera um CRIME grave não só contra a gestão, mas principalmente contra a saúde pública e estará movendo uma ação por danos morais contra o autor da denunciação caluniosa.