Empresário diz não saber quem adulterou placas do seu carro; habeas corpus garantiu liberdade

O empresário guarabirense Carlos Madson, que atua no ramo de promoção de eventos, que teve o carro apreendido na manhã desta quinta-feira (19), por estar com as placas adulteradas, revelou em entrevista ao repórter Zé Roberto, da Rádio Constelação FM, que não sabe informar que adulterou as placas do seu veículo, transformando o número zero num 8.

Levado para a delegacia de Polícia Civil para prestar esclarecimentos, o empresário disse se tratar de uma “brincadeira de mal gosto ou má fé de alguém”, que ele disse desconhecer. Madson estava com a carteira de habilitação vencida recentemente, mas o documento do carro estava em dia, embora constasse um acúmulo de 7 multas aplicadas pelo órgão municipal de trânsito.

O delegado Hugo Lucena, da 8ª Delegacia Seccional, considerou a adulteração das placas como crime inafiançável e instaurou um inquérito para apurar o caso e iria encaminhar o empresário para o presídio Vicente Claudino de Pontes para guardar audiência de custódia, pois devido a medidas restritivas por causa novo corornavírus, as audiências estão suspensas nos fóruns.

Constituído por Carlos Madson, o advogado Paulo Cardoso conseguiu na Justiça o remédio jurídico necessário, um habeas corpus preventivo,  para evitar o constrangimento da prisão. O processo será respondido em liberdade e Madson disse que vai investigar que fez a alteração nas placas, mesmo assegurando que perdoa o autor do crime.

Entenda:

Empresário de Guarabira tem carro apreendido com placa adulterada

Ouça a entrevista

 

Você também poderá gostar:

Aprenda a montar um negócio lucrativo na internet totalmente do zero, AGORA!