Governador inaugura abastecimento d’água na Tainha e anuncia mais obras

O governador João Azevêdo entregou na manhã desta sexta-feira (13) o sistema de abastecimento d’água da Agrovila Tainha, no município de Araçagi, beneficiando mais de 200 famílias que residem na localidade.

Em seu pronunciamento, João destacou que manterá o ritmo de obras por todo o Estado e anunciou que mais duas comunidades rurais de Araçagi também serão beneficiadas com abastecimento de água, Canafístula e Mulunguzinho. O governador determinou à Cagepa que comece a executar o projeto de viabilidade técnica para levar água tratada e de qualidade para essas localidades.

“Estou assumindo um compromisso aqui, podem ficar tranquilos, Mulunguzinho e Canafístula também receberão água e voltarei para inaugurar. É isso que a gente quer, fazer cada vez mais obras ações naquilo que a população necessita, essa é a função do gestor”, disse João.

Presidente da Cagepa, Marcus Vinícius Neves prestigiou a solenidade, acompanhado de diretores da Companhia e do gerente Regional da Cagepa no Brejo, Edson Almeida e se disse honrado em testemunhar o momento histórico para a comunidade.

“Me sinto honrado em estar hoje aqui porque esse é o papel de uma companhia pública, que dá lucro. Porque o lucro da Cagepa não vai para bolso de empresário, nem para bolsa de investimento, mas reverte-se para o povo paraibano. A qui está a resposta, governador, para a missão que o senhor me chamou para cumprir, que é tornar essa empresa um instrumento de desenvolvimento para o Estado”, falou Vinícius.

Moradora da Agrovila Tainha, a senhora Silvana do Carmo, que acompanha todo o desenrolar desde a fundação da comunidade, disse que os moradores sofriam muito tendo que consumiu água que não era tratada e comemorou a chegada da água de qualidade.

“Hoje ter uma água que a gente possa lavar uma casa, cozinhar, beber é uma riqueza enorme. A barragem já foi um benefício grande e com essa água tratada, tinha que ser um governador da qualidade desse, de coragem e de zelo pelas crianças, pelos idosos, de cuidado pelas pessoas”, disse Silvana.