Morando na Europa, guarabirense infectada com novo coronavírus relata drama vivido

O coronavírus, que já matou quase 20 mil pessoas ao redor do planeta, a maioria no continente europeu, espalha o medo às pessoas de todas as classes sociais e de todas as idades. Já são mais 400 mil infectados em 175 países ou localidades.

Morando da Suíça há mais de duas décadas, a guarabirense Verônica Andrade foi uma das infectadas na Europa e precisou se isolar por duas semanas. Em entrevista por telefone à Rádio Constelação FM, na manhã desta quarta-feira (25), Verônica disse que foi salva por Deus.

Na sua participação na emissora de rádio, a guarabirense radicada na Suíça lamentou o posicionamento do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, que tem tratado o coronavírus como uma “gripezinha” e apelou para que as pessoas fiquem em casa o máximo que puderem.

Verônica é filha de Guarabira e seus pais residem na comunidade de Nova Contendas, zona rural de Guarabira. Sempre que está no período de férias visita familiares e mantém bom círculo de amizade na cidade.

Ouça trecho da entrevista