Pai e filho são presos por matar assaltante que invadiu comércio na Paraíba

No final da tarde do último domingo (18), três bandidos entraram em um depósito de gás na comunidade Recanto do Poço, em Cabedelo, na região metropolitana da Capital e anunciaram assalto. O proprietário do local, conhecido como Gordão, e seu filho, reagiram ao crime, mataram um dos criminosos, mas acabaram sendo presos pela polícia.

“Na autópsia se verificou que as lesões causadas no assaltante, cinco disparos e dez facadas, foram concentradas quase totalmente na cabeça e pescoço. Isso não se enquadra em legítima defesa e por isso autuei como homicídio”, explicou a delegada Vanderleia Gadi, da delegacia de Homicídios de João Pessoa.

Vanderleia explicou que a arma de fogo usada no crime foi localizada por um policial militar, durante vistoria, no fundo de um cesto de roupa suja. “se eles agiram por legítima defesa, por que esconderam a arma?”, questionou a delegada, “por conta dessas peculiaridades, dei voz de prisão e os autuei por homicídio”.

O estopim para a reação teria sido um disparo feito pelo assaltante que feriu de raspão o pé de uma criança de três anos, neta do Gordão. O pai da criança confessou que possui passagens pela polícia quando era adolescente, respondendo por tentativa de homicídio, tráfico de drogas e porte ilegal de arma. Os dois acusados devem passar por audiência de custódia ainda nesta segunda-feira (18).

Fonte: Paraíba.com