Paulino aproveita crise no PSB e tenta se aproximar de João Azevêdo

Ex-governador da Paraíba, Roberto Paulino (MDB) esteve visitando o governador João Azevêdo (PSB) nesta segunda-feira (9), aproveitando a crise instalada no PSB estadual com a dissolução do Diretório Regional da legenda. Paulino disse que convidou João para se filiar ao MDB.

“Se ele [João Azevêdo] quiser, com certeza, de minha parte, será bem-vindo”, disse Roberto em entrevista ao Rádio Verdade da Rádio Arapuan FM.

Caso João não migre para o MDB, Roberto Paulino defendeu uma união entre as siglas, revelando que o deputado estadual Raniery Paulino não se entende com o ex-governador Ricardo Coutinho, contudo, tem respeito a João Azevêdo.

“Raniery tem respeito a João, que é um homem educado e sabe dialogar”, disse Paulino.

O presidente nacional do PSB agendou reunião na tarde desta segunda-feira (9), em Brasília, com a intenção de buscar uma solução para o impasse entre João e Ricardo Coutinho. O governador avisou que não iria e encaminhou um documento ao dirigente partidário explicando as razões da ausência.

João se queixa de o PSB nacional ter destituído a instância partidária na Paraíba, sem ter sido consultado a respeito e somente depois ter sido comunicado do ocorrido. A renúncia coletiva da maioria dos diretorianos teria sido a razão para apear Edvaldo Rosas da presidência do partido.